Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

13/01/2010 - O Dia Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso acusado de oferecer empregos se passando por funcionário da Alerj

Cerca de 200 pessoas teriam caído no golpe. Cada uma pode ter pago até R$ 1,8 mil.

Rio - Policiais da 41ª DP (Tanque) prenderam ontem José Carlos de Souza Azevedo, de 45 anos, acusado de oferecer empregos ao se passar por funcionário da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e Secretaria Estadual de Assistência Social. O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 23ª Vara Criminal e a investigação era conduzida desde 2006 pela Polícia Civil.

José Carlos foi encontrado em um condomínio na Estrada do Cafundá, na Taquara, Jacarepaguá. Segundo as investigações, o estelionatário cobrava entre R$ 1 mil e 1,8 mil para pessoas terem um emprego nos órgãos. Pelo menos 200 vítimas de vários bairros como Jacarepaguá e Penha teriam caído no golpe. A polícia estima que cerca de R$ 200 mil tenham sido arrecadados por José Carlos em quatro anos de esquema. O criminoso foi encaminhado ontem para a carceragem da Polinter e, se condenado, poderá ser condenado de um a cinco anos de prisão.

Há dois anos um escândalo semelhante foi desvendado na Alerj, levando à cassação de duas deputadas — Jane Cozzolino (PTC) e Renata do Posto (PTB). A fraude descoberta pela Delegacia de Defraudações consistia em nomear pessoas com muitos filhos para supostamente trabalhar como funcionárias comissionadas nos gabinetes dos deputados estaduais. A partir da contratação, era solicitado o pagamento do auxílio-educação por dependente aos ‘novos’ funcionários. Apontado como um dos deputados que mais pagou benefícios irregulares, João Peixoto (PSDC) acabou absolvido na Alerj.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 427 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal