Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/01/2010 - Diário do Pará Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Operação da Sema descobre empresas fantasmas


Foi bloqueada, na manhã desta terça-feira, 12, pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) uma empresa madeireira de Dom Eliseu, por ter solicitado créditos de madeira que não existiam. A fiscalização da Sema comprovou que a empresa que protocolou o pedido é fantasma - tem registro jurídico mas não existe fisicamente. No endereço cadastrado, não há sequer um galpão.

A ação é resultado da “Operação Ventania” iniciada hoje sob a coordenação da Sema, por meio da Gerência de Sistema e Comercialização de Transportes de Produtos Florestais (Gesflora), responsável pela liberação de créditos. A partir deste ano, haverá fiscalização para comprovação dos produtos florestais oriundos de outros estados, antes do lançamento dos créditos na pasta da empresa solicitante.

FRAUDE

Duas empresas protocolaram nos dias 21 e 23 de dezembro de 2009, pela mesma procuradora, o pedido de lançamento de créditos de madeiras beneficiadas de ipê e maçaranduba compradas de empresas do Maranhão. Porém, durante a análise dos documentos, a Gesflora percebeu erros na nota fiscal, e solicitou fiscalização onde deveriam estar as madeiras beneficiadas (caixilhos de portas e dekings).

No local, os fiscais da Sema perceberam que não havia madeira nem espaço físico para armazenamento. Imediatamente, a empresa foi bloqueada e a partir de agora, não poderá comprar, vender nem transportar produtos florestais. Outras firmas que tiverem relação com essa empresa também serão investigadas.

Esse novo procedimento instituído pela Sema, visa impedir o ‘esquentamento’ de madeira no Pará: a empresa adquire nota fiscal de madeira que não existe e uma vez com os créditos na pasta, retira madeira ilegal do estado. “Vamos impedir que isso aconteça para evitar fraudes e proteger o setor produtivo do estado que trabalha dentro da legalidade”, afirma o Secretário de Meio Ambiente, Aníbal Picanço. (Ascom/Sema)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 218 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal