Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/03/2007 - O Pioneiro Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude burla a fila do SUS


Porto Alegre - Um esquema fraudulento de marcação de consultas e cirurgias no Sistema Único de Saúde (SUS) prejudica os gaúchos que aguardam atendimento médico. O golpe, que burla a fila em hospitais de Porto Alegre por meio de desistências, ocorreria com o aval de prefeituras e até de deputados estaduais. A primeira de uma série de reportagens sobre o esquema foi exibida ontem pelo RBS Notícias.

Durante um mês, o repórter Giovani Grizotti percorreu 14 municípios para colher depoimentos e gravar flagrantes que confirmam o escândalo. Na reportagem exibida ontem, um casal conta detalhes sobre como funciona o esquema. Negociando consultas e cirurgias, eles trabalham para prefeituras dispostas a encaminhar pacientes à Capital sem enfrentar as longas filas do SUS.

O casal consegue atendimento rápido graças ao esquema das desistências. A prefeitura envolvida na fraude cadastra um paciente fictício e depois informa que o falso doente desistiu da vaga. Em seguida, é preenchido um formulário informando que será encaminhada para a consulta outra pessoa, aquela indicada pelos golpistas.

A conversa foi gravada com uma câmera escondida nos corredores do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, onde o casal circula livremente. Chefe do esquema, Gilberto Schwambach diz que presta serviços para o deputado estadual Marquinhos Lang (PFL), eleito com 31 mil votos.

Para conseguir uma consulta, seria preciso indicação do gabinete do deputado, segundo a mulher de Schwambach, Maria Aparecida Pires. Quem não marca a consulta por meio do gabinete, deve pagar R$ 50. Mas antes de chegar à Assembléia, o paciente precisaria passar ainda por uma outra etapa:

- Tu tens que entrar em contato com alguém do partido aí do teu município e pedir para encaminhar para o gabinete. Aí a gente consegue, sem problema nenhum - explicou Maria Aparecida.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 411 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal