Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/01/2010 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia de SP investiga fotógrafo acusado de aplicar golpes em noivos


SÃO PAULO - Um fotógrafo de São José dos Campos, cidade a 97 km da capital paulista, está sendo investigado pela polícia por aplicar golpes em pelo menos 30 casais de noivos da cidade.

A confusão começou depois que alguns casais conseguiram encontrar o fotógrafo, que teria se comprometido a filmar e fotografar as cerimônias de casamento, mas acabava sumindo, assim que recebia os pagamentos.

Quando decidiram se casar, em julho do ano passado, Julia e o noivo pagaram 1.600 reais para o fotógrafo fazer as imagens do casamento. Ele fez o trabalho, mas depois, não entregou o serviço e trocou várias vezes de endereço e de telefone.

- Quando eu liguei no local ele já tinha pegado as coisas e sumido. Tentei localizá-lo diversas vezes por email, ele falou que estava passando por alguns problemas. Eu não sabia que era golpe. Entrei em contato com alguns fotógrafos e fui juntando várias pessoas em que ele aplicava esse golpe - conta a atendente de telemarketing Julia Maia, uma das vítimas.

Em uma das salas da delegacia, vítimas e o acusado ficaram cara a cara. O advogado dele, Costanzo de Finis, tentou justificar a situação em que o cliente se encontrava:

- Existe uma situação que ele se comprometeu a cumprir. Ele vai cumprir, tem cumprido, entregou parte dessa documentação, já entregou os cds. Ele só teve uma dificuldade por conta de outras situações que aconteceram, até assaltos - disse.

Rafael Medeiros, um outro noivo, recebeu algumas fitas do fotógrafo, mas quando foi ver o conteúdo, ficou surpreso.

- Em uma fita eu apareço no casamento, as outras três não são minhas. Ele prometeu que ia entregar, eu tive que correr atrás dele, e quando entregou, não eram as minhas fitas - contou.

- Essas pessoas serão ouvidas no inquérito e se comprovada a má fé ou então ele não ressarcindo essas vítimas, ele responderá por estelionato - explica o delegado de polícia Antônio Sérgio Pereira.

O fotógrafo vai responder ao inquérito em liberdade, porque não houve flagrante.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 205 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal