Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/12/2009 - Bom Dia Sorocaba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Furtos e estelionato são crimes frequentes na região

Autoridades monitoram golpes e alertam população neste final de ano.

De acordo com especialistas em segurança pública na região, neste final de ano alguns golpes costumam acontecer com maior freqüência e intensidade em virtude das festividades e do grande volume de dinheiro que passa a circular na economia por causa das compras.

Para o sub-comandante do 14º BPM/M de Osasco, major José Virgolino, o principal crime em Osasco tem sido a famosa “saidinha do banco”, quando os ladrões observam do lado de fora
da agência ou próximo a caixas eletrônicos os clientes que estão sacando dinheiro e, em seguida, praticam o assalto.

“Os criminosos abordam principalmente os idosos prevendo a vulnerabilidade dessas vítimas”, explica o major. Ele adverte ainda para cuidados com saques envolvendo cartões. “Caso o
cartão fique preso na máquina ou a pessoa não consiga efetuar o saque ou até mesmo a quantia paga pelo caixa esteja errada, na dúvida, procure ou ligue para a sua agência bancária na hora. O número consta na tela do caixa eletrônico. Eles certamente saberão orientar o cliente. É preciso cuidado nesta hora, pois algum dispositivo criminoso pode estar instalado na máquina”, ressalta Virgolino.

O major se refere aos “chupa-cabras”, mecanismos eletrônicos fraudulentos que copiam os dados dos cartões de clientes para um banco de dados criminoso.

Virgolino ainda chama a atenção das pessoas para outros tipos de golpe. Segundo o major, no calçadão de Osasco um grupo de mulheres foi autuado neste mês praticando crime de estelionato. Elas se reuniam afirmando terem ganho um cupom premiado em uma loja e com isso enganavam algumas pessoas que passavam por ali.

Para o tenente-coronel do 14º BPMM/M, João Ricieri Folguieri, o alerta é para saques de altas quantias. “O Estado dá segurança, mas é preciso colaborar e não fazer saques de R$ 20 mil como aconteceu no começo de dezembro e a vítima foi roubada no centro de Osasco”, finaliza.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 205 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal