Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/12/2009 - UOL Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Disque-denúncia já identificou 160 fraudes em hidrômetros na Grande SP


Um volume de água suficiente para abastecer por 24 horas uma cidade como Praia Grande, no litoral de São Paulo, com população de 223 mil habitantes. Desde que a Sabesp fechou parceria com o Instituto São Paulo Contra a Violência, em abril último, 669 ligações foram feitas para o telefone 181 denunciando fraudes em hidrômetros.

Desse total, 160 casos foram confirmados. Trinta e três milhões e 543 mil litros de água eram desviados pelos "gatos". Graças à parceria, a empresa conseguiu recuperar dos fraudadores mais de R$ 153 mil.

O bairro de Bela Vista, na zona sul de São Paulo, lidera a lista, com cinco casos registrados. Parque Independência, também na zona sul, Vila Medeiros (zona norte) e Vila Jacuí (zona leste) vêm em seguida, com três. As irregularidades também foram encontradas em bairros mais tradicionais, como Ipiranga, Liberdade, Mooca e Santana.

Das 160 fraudes detectadas, 39 ocorreram fora da Capital. Francisco Morato foi o município campeão, com sete registros. Franco da Rocha vem em seguida com cinco. Itaquaquecetuba, Suzano, Osasco e São Bernardo do Campo tiveram quatro. A lista é completada por Caieiras (três), Poá e Carapicuíba (dois), Ferraz de Vasconcelos, Cajamar, Cotia e Itapevi (um).

A denúncia feita ao telefone 181 é encaminhada à polícia civil que, em seguida, entra em contato com a Sabesp para que, em visita ao imóvel, a fraude possa ser confirmada. É a empresa que decide sobre uma possível abertura de investigação. Em todos os casos de fraude, antes de acionar a Justiça, a companhia tenta regularizar a situação do cliente, negociando o pagamento do débito.

Fraude em ligação de água é crime previsto no código penal, passível de pena de dois a oito anos, e multa, por se caracterizar como furto qualificado. As ligações irregulares são feitas diretamente na rede da Sabesp, desviando a passagem de água ou alterando a medição de consumo por meio da manipulação do hidrômetro. A fraude compromete ainda a capacidade da rede, projetada para atender um determinado número de clientes, podendo até contaminá-la.

O disque-denúncia é um serviço gratuito que existe desde 2000, e sua principal característica é a garantia de sigilo absoluto. Pode ser acessado pelo número 181 em todo o Estado de São Paulo e pelo telefone (11) 3188-4130, caso a ligação seja de outro Estado e se refira a denúncias no território paulista.

Outro canal de comunicação para denúncias é o 195, da Sabesp. A empresa também garante sigilo absoluto da ligação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 203 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal