Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/12/2009 - IDG Now! Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Federal vai investigar 90% dos criminosos digitais até 2011

Por: Daniela Braun


Com novos sistemas de coleta e análise de dados, instituição inicia projetos Oráculo e Pentáculo de combate a invasões e golpes online.

Em 2010, a Polícia Federal coloca em prática os projetos Oráculo, de combate a invasões de sistemas, e Pentáculo para mapear golpes online no Brasil.

Contando com um novos sistema de coleta e análise de incidentes, a PF tem a missão de mapear e combater 50% dos grupos de cibercriminosos em 2010 e chegar a 90% em 2011, informa o delegado Carlos Eduardo Miguel Sobral, chefe da Unidade de Repressão a Crimes Cibernéticos da Polícia Federal.

Atualmente, há uma média de 100 a 150 quadrilhas especializadas em fraudes eletrônicas atuando no País, afirma o delegado. Com o projeto Pentáculo, em parceria com bancos privados, nos próximos três meses, a Polícia Federal contará com um banco de dados de todas as fraudes em internet banking e clonagem de cartões no País.

A operação contará com uma equipe de cerca de 80 pessoas dedicada ao trabalho de análise e investigação de crimes financeiros na web. "Vamos investigar as quadrilhas e não mais os fatos por elas praticados", observa Sobral. "Com o uso das novas tecnologias de análise sairemos das investigações com muito mais chances de sucesso".

Com o novo sistema, o delegado espera eliminar 30 quadrilhas especializadas em crimes digitais por ano. O investimento em infra-estrutura para estas operações não foi revelado, mas segundo Sobral faz parte de um processo de modernização da Polícia Federal realizado nos últimos dez anos.

Oráculo

Os crimes de invasão a sistemas serão combatidos por meio do projeto Oráculo, que conta com o apoio do Centro de Tratamento de Incidentes de Segurança em Redes de Computadores da Administração Pública Federal (CTIR).

"Qualquer invasão requer várias tentativas, mas é muito difícil investigá-las porque o criminoso apaga as provas", afirma o delegado. "Para este tipo de crime, em particular, uma legislação específica faz falta", observa.

Com o apoio do CTIR, segundo Sobral, será possível registrar e analisar todas as tentativas de invasão para identificar as origens.

Turko, Trilha e Virtual Pharma

Fazendo um balanço da atuação da Polícia Federal contra o cibercrime no País, este ano, o delegado destaca a Operação Turko contra a pornografia infantil em redes sociais.

Realizada em maio deste ano, a operação batizada com um anagrama de 'Orkut' cumpriu 92 mandados de busca e apreensão em 20 Estados e no Distrito Federal, e efetuou cerca de dez prisões. "Esta foi a primeira operação de combate a pornografia infantil deste porte no mundo", observa o delegado. "Em 2009 tivemos uma boa atuação neste campo", afirma.

Outros destaques do ano na avaliação do delegado foram a Operação Trilha, que levou à prisão de mais de 80 pessoas suspeitas de praticar golpes online, em maio deste ano, e a Operação Virtual Pharma, deflagrada em junho para coibir a venda de medicamentos falsos na internet. Esta última, em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é outra frente de combate da PF em 2010. "É um problema de saúde pública", observa Sobral.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 232 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal