Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/03/2007 - Tribuna Catarinense Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatário gaúcho é preso em Balneário

Por: Anita Souza


Os dias de golpes aplicados pelo gaúcho Valdecir Miguel Gonçalves Ribeiro, de 49 anos, conhecido como "Alemão" vão entrar em recesso. Ele foi preso na quarta-feira a noite depois que uma das suas vítimas o flagrou quando tomava uma cervejinha em um restaurante de Balneário Camboriú.
Uma das vítimas do gaúcho, uma mulher de 40 anos, caminhava pela Avenida Brasil, quando flagrou Ribeiro no Restaurante Peixe na Brasa, no exato momento em que ele tomava uma "cervejinha". Na semana passada, ela havia caído no conto do bilhete premiado, sendo que entregou ao golpista a quantia de R$ 6 mil, e um anel e um cordão de ouro.
Ao se deparar com o homem, a vítima foi direto ao seu encontro, e em alto e bom som, disse ao criminoso: "Tu lembras de mim? Seu safado", conta. O estelionatário teria ficado assustado, e para despistar os garçons, teria insinuado que a mulher era uma ex-namorada. "Larga do meu pé. Não quero nada com você", teria dito.
Indignada com as insinuações, a vítima chamou o homem de "safado" e "ladrão". Ao perceber que a situação ficava feia para seu lado, o homem empreendeu fuga.
Para não deixar o golpe em que caiu sem solução, a mulher correu atrás do golpista, pelas ruas 600, 800 e Avenida Central, até que finalmente uma viatura da Polícia Militar chegou e capturou o homem.
Levado á delegacia, o estelionatário se identificou como sendo Wagner Strapasom, mas uma escrivão que tomava seu depoimento percebeu que o interrogado, ao tirar seus documentos da carteira, havia uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH), dobrada.
Ao abrir o documento, a policial observou que a foto existente no documento, era a mesma do RG, mas com o nome de Valdecir Miguel Gonçalves Ribeiro, o verdadeiro nome do gaúcho.
Diante da constatação, o delegado Arthur Nitz, fez uma pesquisa detalhada da vida de Ribeiro, e descobriu que ele tem uma vasta passagem pela polícia, pelos crimes de estelionato, furto e até mesmo porte ilegal de arma, delitos cometidos em várias cidades do Rio Grande do Sul e também Santa Catarina. Ribeiro foi autuado em flagrante no artigo 304 do Código Penal Brasileiro (CPB) - falsificar documentos. Por estelionato não foi autuado porque não houve flagrante, mas ele responderá a inquérito policial.
Mas o caldo engrossou ainda mais para Ribeiro, uma outra vítima apareceu na delegacia, uma senhora de 70 anos também caiu no conto do bilhete premiado, e reconheceu o golpista. Ela entregou a ele, há cerca de 15 dias, R$ 6 mil, jóias dela, e também da sua mãe.
O delegado Nitz comentou que somente destas duas vítimas, o prejuízo chega aos R$ 20 mil. Ribeiro também estava com um mandado de prisão aberto em seu nome pela cidade de Santa Maria/RS. "Acreditamos que Ribeiro pertença a uma quadrilha de estelionatários que está atuando na cidade e região, já estamos investigando", finaliza o delegado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 579 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal