Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/12/2009 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende 11 e descobre no Brasil um dos maiores esquemas de fraude a vistos para os EUA

Por: Cleide Carvalho


SÃO PAULO - Onze pessoas foram presas em quatro estados brasileiros acusadas de fraudar o sistema de concessão de vistos para trabalho temporário nos Estados Unidos, o H2B. As prisões foram feitas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina. Foram ainda cumpridos mandados de busca e apreensão no Mato Grosso. Todos os detidos são acusados de formação de quadrilha e estelionato. Seus bens foram bloqueados e eles são investigados de lavagem de dinheiro.

Segundo informações do Consulado americano, pelo menos 4.500 brasileiros foram vítimas do esquema. A quadrilha cobrava até US$ 15 mil e prometia colocação no mercado de trabalho americano.

O grupo agiria há sete anos e a estimativa é que tenha arrecadado R$ 90 milhões. Este é um dos maiores casos de fraude a vistos da história dos Estados Unidos, segundo o Consulado. Documentos do consulado comprovam as fraudes e foram examinados por autoridades diplomáticas dos dois países. Nos Estados Unidos, uma força-tarefa foi criada para investigar a fraude.

O Consulado dos Estados Unidos em São Paulo detectou irregularidades em 2003, por meio do setor anti-fraude. No ano passado, o consulado acionou o Ministério Público de São Paulo, que passou a coordenar a investigação, em parceria com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, a Receita Fdderal e a Secretaria da Fazenda de São Paulo.

Um agente foi infiltrado e o MP obteve na Justiça quebras de siglo bancário e fiscal, interceptações telefônicas e de cooperação jurídica internacional. As informações foram cruzadas com testemunhas ouvidas e dados de contas bancárias. Ministérios Públicos dos estados envolvidos participaram da investigação.

O crime também foi detectado em países como Rússia, Repúbica Dominicana, Filipinas, Romênia e Emirados Árabes, mas a fraude nesses países não foi alvo desta investigação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 192 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal