Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/12/2009 - Jornal Cidade (Rio Claro) Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falsários nas maternidades

Por: Jaime Leitão


Golpistas e falsários existem em toda parte. São capazes de se fantasiar até de Papai Noel para nos aplicar um golpe. Por falar nisso, não podemos esquecer nesse período de Natal que vários assaltantes, no Brasil e em outros países, utilizam esse disfarce para assaltar casas e roubar compradores numa loja.
Eu li notícia certa vez de um lojista que estranhou a presença de um Papai Noel que não saía da porta da sua loja, já que ele não havia contratado nenhum para receber as criancinhas que lá entrassem. De repente, ouviu uma barulheira, era uma cliente correndo atrás do suposto Papai Noel, que escapava com a sua bolsa cheia de dinheiro, cheques e cartões.
O mais recente golpe que vem ocorrendo é nas mais tradicionais maternidades de São Paulo. Se começou lá, logo deve chegar às maternidades do interior. Um falsário lesou diversos casais, que ainda viviam a emoção pelo nascimento de seu filho, vendendo a eles falsos contratos de armazenamento de células-tronco do cordão umbilical dos seus bebês, para utilização em tratamento de uma possível doença no futuro. O preço cobrado era de R$ 6 mil. Sumiu o falsário, que se apresentava como agente da Cryopraxis, a maior empresa do ramo no País, e também sumiu o cordão.
Como explicar que maternidades consideradas de primeira linha tenham uma segurança tão frouxa que permite que malandros entrem livres e façam a festa, faturando o quanto pedem? Esse fato acende o alerta também para o sequestro de bebês, que também pode ocorrer em qualquer maternidade.
Os falsários que dão esse tipo de golpe estão sempre se atualizando, leem sobre as últimas descobertas científicas, sobre empresas que seguem essa tendência, e pegam carona nesses avanços, aplicando todo tipo de golpe. Na época em que o homem chegou à Lua, há quarenta anos, muitas empresas fantasmas venderam terrenos naquele satélite, apresentando aos clientes até um mapa com a localização dos mesmos. Muita gente caiu nos Estados Unidos, no Brasil, na França e em outros países. Como pode?
Pode porque os falsários são bons de fala, vendem até terreno na Praça da Sé, com escritura e tudo, como já ocorreu, e outro motivo é que há pessoas, que por mais esclarecidas que sejam ou pareçam, são ingênuas até o último neurônio. E também ambiciosas até o dedinho do pé.
Pela Internet, os golpistas oferecem produtos que emagrecem em vinte e quatro horas, tratamentos mágicos para crescer a estatura do corpo inteiro ou de algumas partes específicas, frutas de ilhas paradisíacas que combatem a impotência e o envelhecimento. E por aí vai, numa lista imensa, sem fim. Os falsários são criativos, fariam melhor se transformassem os seus golpes em livros de ficção. Eles, andando por aí, ou navegando na Net, são uma ameaça permanente.
Bom domingo.
De olho vivo para não ser surpreendido por um golpista de ocasião.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 176 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal