Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/02/2007 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Policial integra bando de falsários


Um policial militar é suspeito de participar de um esquema de clonagem de cartão de compras de clientes de uma rede de supermercados da Grande Cuiabá. Além do PM, estão envolvidos dois funcionários e uma ex-funcionária, todos acusados de clonar quatro cartões e fazer compras na própria empresa, em empresas concorrentes e em postos de combustível.

A descoberta do esquema criminoso ocorreu após os clientes receberem a fatura e desconfiarem de compras que não fizeram.

O caso será levado à Corregedoria Geral da Polícia Militar. O corregedor, coronel Denézio Pio da Silva, já informou que a denúncia será apurada com rigor. “Vamos esperar a chegada do boletim de ocorrência e tomar as providências legais de imediato”.

Numa investigação a partir de gravações feitas pelo circuito interno de segurança, a gerência chegou até o policial militar que trabalha como segurança da empresa, bem como à esposa dele, que é ex-funcionária, a um funcionário do setor de cartão e também a um conferente. Até agora, o golpe casou prejuízo de mais de R$ 3 mil, mas o valor pode chegar a 10 vezes mais.

De acordo com a empresa, os golpistas clonavam os cartões e passavam pelo mesmo caixa. As compras variavam de R$ 50 até R$ 450. Numa gravação realizada o dia 18, de manhã, os criminosos fizeram uma compra de R$ 450. No mesmo dia, fizeram mais compras em caixas diferentes gastando mais de R$ 200.

Dois dias depois, os golpistas compraram mais R$ 300 numa outra loja da rede. Como se trata, na verdade, de um cartão de crédito, a quadrilha fez compras também em supermercados concorrentes e abasteceu veículos em postos da região do CPA.

O golpe foi descoberto com a chegada das faturas. Quatro clientes procuraram a rede de supermercados reclamando da cobrança indevida. “Até agora, foram quatro vítimas, mas elas podem ser mais, à medida em que os clientes receberem as faturas”, explicou um policial de plantão na Delegacia do Complexo do Planalto.

O delegado Paulo Alberto Araújo colocou uma equipe para investigar o golpe. Ele deverá solicitar a fita para comprovar a participação dos suspeitos. Os envolvidos poderão ser indiciados pelos crimes de estelionato e falsificação de documentos. (AR)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 391 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal