Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

27/11/2009 - cidadeverde.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

ALERTA: Aumenta o número de cheques clonados no Piauí

Por: Fábio Lima

Agências agora ligam para clientes que estão com cheques sob suspeita. Veja dicas para se proteger.

O aumento de cheques clonados em Teresina forçou os bancos a mudarem suas estratégias contra os falsários. As agências telefonam para clientes com cheques suspeitos e de valor superior a R$ 100, para confirmar se usuário realmente realizou tal transação financeira. A medida tenta evitar caos de talões que são falsificados mesmo sem sequer terem sido emitidos.

A medida foi adotada pelo Banco do Brasil no Piauí, que tem informações até de que fraudadores contratam pessoas somente para a obtenção de dados das mesmas, que depois são usados para lesar os correntistas.

O banco dá dicas de como evitar ser surpreendido por tais fraudes. O principal alerta diz respeito ao cuidado com os próprios pertences, já que são necessários dados autênticos para concretizar a clonagem. Quem usa cheques ou cartões de crédito e débito deve evitar deixar os mesmos em locais de fácil acesso, mesmo se a pessoa for de confiança.

"Existem pessoas que assinam cheques em branco confiando em parentes ou amigos, e esquecem que esses também podem ser vítimas de um assalto. Não se deve fazer isso em hipótese nenhuma", alerta Sávio Rodrigues, diretor de marketing do Banco do Brasil no Piauí. Evitar andar com vários talões de cheques na bolsa ou carteira também é recomendável.

Documentos pessoais que contenham a assinatura também entram na lista de cuidados. Os bancários são instruidos para identificarem assinaturas possívelmente adulteradas, mas as falsificações podem enganar comerciantes que recebam os cheques.

Pela maior segurança dos cartões, os cheques estão com seus dias contados. Os bancos recomendam que estes só sejam usados realmente quando for inevitável. Ainda assim, cuidados são necessários com o "dinheiro de plástico", em especial com a senha do cliente. O Banco do Brasil, por exemplo, não aceita senhas com datas pessoais em seu sistema. Além disso, o correntista deve evitar anotar a combinação em papel.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 223 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal