Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/02/2007 - Diário da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Laudo exclui envolvimento de funcionários na fraude de CNHs


O presidente do Departamento de Trânsito de Goiás (Detran), Bráulio Morais, se pronunciou nesta sexta-feira (23) sobre a quadrilha desarticulada esta semana pela Polícia Civil, que falsificava Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH). Bráulio Morais elogiou a polícia pela prisão dos despachantes Antônio Sinval de Freitas, 56, e Manuel da Conceição, 50, e a advogada deles, Margareth dos Reis Martins Pacheco e Silva, presa em flagrante ao tentar subornar dois policiais militares. Ela ofereceu pouco mais de R$ 1,4 mil para que seus clientes fossem soltos.

Bráulio Morais colocou o Detran à disposição da Polícia Civil para mais esclarecimentos e elogiou a condução do inquérito, que provou com laudos do Instituto de Criminalística que os documentos emitidos pelos dois acusados são falsificações grosseiras. E ressaltou que não existe nenhum documento emitido pelo Detran apreendido com a dupla.

“O Detran de Goiás, assim como os demais órgãos públicos estaduais, está passando por um processo de desenvolvimento, de regularidade e desempenho administrativo. E com isso não é possível mais se fraudar uma CNH, como já aconteceu no passado”, disse o presidente. Ele explicou ainda que as carteiras apreendidas são papéis fraudados, feitos em fundo de quintal, que não foram emitidos pelo Detran. Disse ainda que o papel dos falsos documentos está longe de ser o papel moeda usado pelo departamento, conforme revelou a análise feita pelo Instituto de Criminalística de Goiás.

Bráulio Morais ressaltou que não existiu nenhuma conivência dos servidores do órgão ou dos funcionários terceirizados que trabalham na gráfica que emite o documento e que fica dentro do Detran. Ele disse que os terceirizados são vigiados 24 horas por câmeras, além de serem submetidos a rigorosa revista ao entrar ou sair da gráfica.

Finalizando, Bráulio destacou que o trabalho feito pelo Detran, nos últimos oito anos, tornou o processo de obtenção 100% seguro, exigindo e fiscalizando a regularidade dos candidatos em todos os processos para conseguir a CNH.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 468 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal