Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

25/11/2009 - Jornal Araxá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Militar põe fim a ação de duas estelionatárias em Araxá

Mulheres tentaram aplicar o golpe da falsa premiação no centro da cidade. Vítima acionou a PM que prendeu as acusadas em flagrante.

Na tarde de ontem, terça feira, dia 24, a Polícia Militar pôs fim a ação de duas mulheres acusadas de estelionato no município. As mulheres, presas em flagrante, são acusadas de aplicar o golpe falsa premiação. Elas foram encaminhadas para a 43ª Delegacia Regional de Segurança Pública.

De acordo com a ocorrência policial, por volta das 15h05, a equipe do Tático Móvel do 37º Batalhão de Polícia Militar de Araxá foi acionada na região central da cidade para atendimento de uma ocorrência de tentativa de estelionato. A vítima, uma mulher de 21 anos que não teve o novo revelado pela PM, informou que uma outra mulher tentou lhe aplicar o golpe da falsa premiação quando a mesma saia de uma agência bancária. A mulher, ainda segundo a vítima, lhe ofereceu uma recompensa após ter achado seu cartão supostamente perdido. Passando-se por uma empresária, dona de uma fábrica de sapatos, a estelionatária que encontrava-se acompanhada de uma outra mulher, pediu que a mesma a acompanhasse para pegar a recompensa. Desconfiada, a vítima acionou rapidamente a Polícia Militar que encontrou uma das estelionatárias nas proximidades do antigo Mercado Municipal.

Abordada, a mulher tentou negar a ação, mas diante da insistência dos policiais militares, acabou confessando a tentativa de estelionato. No momento da abordagem, seu telefone celular tocou e do outro lado da linha sua comparsa. Após a ligação, os PMs foram até a rua Rio Branco e na altura do número 178 e prendeu a comparsa.

No B. O., as mulheres foram identificadas como sendo: Elzângela Gonçalves de Souza de 31 anos e Marcilene Gomes Ferreira, de 37 anos. Junto com as autoras, a PM encontrou documentos falsos e certa quantia em dinheiro. Em depoimento, elas confessaram já ter praticado o golpe em outras cidades do Estado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 224 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal