Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/11/2009 - O Girassol Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ex-empregado que falsificou rescisão para receber dinheiro do FGTS é condenado


A Justiça Federal no Tocantins condenou Ewando da Silva Nogueira a um ano e quatro meses de reclusão e pagamento de 13 dias multa pela falsificação de seu termo de rescisão de contrato para ter acesso aos recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A pena restritiva de liberdade foi substituída por duas restritivas de direito, sendo uma delas o pagamento de três salários mínimos em favor da Sociedade São Vicente de Paulo e da prestação de serviços à comunidade, em termos que ainda serão definidos. O crime de Ewando está previsto no artigo 171 do Código Penal.

Ewandro pediu demissão sem justa causa por iniciativa própria, e não teria direito à liberação dos recursos do Fundo. Através de fraude, fez constar em seu termo de rescisão que havia sido demitido por iniciativa do empregador. Além de ter sacado o dinheiro disponível em sua conta vinculada, ele sabia operar o sistema de conectividade social utilizado para liberação do dinheiro, e conhecia a senha da empresa onde trabalhava necessária para uso deste sistema.

Para sacar o dinheiro, o termo de rescisão falsificado foi apresentado aos agentes da Caixa Econômica Federal, induzindo-os a erro. A sentença considerou que o saque do FGTS fora das hipóteses previstas em lei foi praticado em detrimento da Fazenda Pública, já que os recursos do Fundo são de interesse público.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 241 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal