Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/02/2007 - Consumidor Moderno Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Controles de processos fazem a diferença

Por: Geraldo Carlos Silvestre


A margem de lucro no segmento varejista é muito estreita e, por isso, erros na gestão dos processos quando não identificados e eliminados ou reduzidos em tempo hábil podem ocasionar perdas e desperdícios capazes de provocar crises irreversíveis. Além disso, em decorrência de um ambiente altamente competitivo e dinâmico, a eficiência na gestão dos processos pode representar um fator de diferenciação da concorrência e proporcionar melhores resultados financeiros.

O principal indicador de sucesso de uma empresa é o lucro e, conseqüentemente, os fluxos de caixa gerados pelas operações. É isto o que interessa para os acionistas, investidores, credores, empregados e para a economia do país. Em condições normais o lucro representa o resultado de todos os processos medidos num determinado período.

O primeiro problema é a apuração adequada do lucro e dos fluxos de caixa. Daí surge a primeira questão: a empresa possui controles adequados? Uma administração eficiente somente é viável quando existem informações precisas e atualizadas sobre cada processo de forma que os resultados possam ser medidos, controlados e gerenciados. São muitos os casos de empresas que amargam prejuízos e que somente após isso iniciam ações em busca de resultados positivos. E, neste momento, as ações, normalmente, são sempre as mesmas: fechamento de lojas deficitárias, plano de redução de custos, corte de pessoal etc. Entretanto, os prejuízos podem ser reduzidos ou eliminados pela eficácia dos controles, mediante ações preventivas e corretivas.

Muitas empresas em situação financeira adversa resistem em aceitar, e enfrentar, as dificuldades enquanto existe tempo e fôlego tanto financeiro quanto operacional para reverter a situação. Os indicadores característicos de uma crise podem ser identificados quando se tem um adequado controle e conhecimento dos processos operacionais. Isto é possível quando existem controles internos capazes e suficientes para garantir que os processos, efetivamente, funcionem da forma como foram desenhados e, conseqüentemente, contribuam para a formação do lucro dentro dos padrões esperados. Serão responsáveis também pela redução de desperdícios, pois, quando podemos medir onde e como ocorrem as perdas, podemos, também, controlá-las. Com a situação sob controle aumentamos nossa capacidade de tomar as melhores decisões e, assim, reduzir prejuízos operacionais. Para tanto, é necessário monitoramento constante com a divulgação e utilização adequada de informações no menor espaço de tempo possível.

Aquilo que parece óbvio para os administradores, e que realmente deveria ser, como, por exemplo, comprar pelo melhor preço e condições de pagamento e prazo de entrega, pode não estar acontecendo se existirem deficiências no processo que facilitem a ocorrência de erros, fraudes e inobservância das políticas internas. Em outros processos como estoques, distribuição e vendas podem ocorrer as mesmas falhas. Não basta ter e analisar relatórios. É necessário que as informações sejam confiáveis e oportunas. A qualidade das informações depende da eficiência dos controles internos. Desta maneira, é necessário um ambiente de controle adequado, sistemas bem implementados, usuários treinados e uma política de monitoramento e avaliação visando detectar e mitigar riscos de erros, fraudes e descumprimento de normas.

Pior que não ter informações para decidir é decidir com base em informações distorcidas. Por isso, é necessário que os controles internos sejam periodicamente avaliados com o objetivo de certificar a efetividade dos pontos chaves e detecção e correção das deficiências.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 389 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal