Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/11/2009 - Agência RBS / Canal Rural Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ação de hackers põe em dúvida teorias sobre aquecimento global

E-mails questionam veracidade de afirmações da classe científica.

A menos de duas semanas do início da conferência de Copenhague sobre mudanças climáticas, considerada um encontro vital para o sucesso da luta contra o aquecimento global, uma ação atribuída a hackers esquentou os ânimos de todos os envolvidos nas discussões.

Cópias de aproximadamente 3 mil e-mails trocados entre cientistas que estudam o aumento da temperatura global foram roubadas dos servidores da Unidade de Investigação sobre o Clima da Universidade de East Anglia, na Grã-Bretanha, e divulgadas na internet. Parte dos textos dá a entender – ao menos na interpretação dos chamados “céticos do aquecimento global” – que a importância do assunto estaria sendo exagerada. Haveria, inclusive, manipulação de dados.

Os e-mails divulgados são comunicações datadas de 1996 a 12 de novembro de 2009 entre alguns dos mais conhecidos cientistas da área. Eles discutem a qualidade do trabalho de colegas, em termos por vezes não muito simpáticos, e também os argumentos e ações dos “céticos”, também em termos não propriamente elogiosos. Apareceram pela primeira vez em um site russo e depois em um blog dos céticos, chamado The Air Vent, mas espalharam-se rapidamente pela internet. Muitos dos cientistas cujos e-mails foram roubados escrevem também no site RealClimate.org, que confirmou o roubo das informações.

O material inclui rascunhos de artigos científicos e números brutos, além de comentários sobre como apresentar informações – e há um, especialmente, que tem sido usado como “prova” de que os cientistas manipulam dados para “fazer o mundo acreditar em uma crise climática”. Trata-se de uma mensagem em que um cientista diz que acabou de fazer “o truque” com os dados que outro tinha usado em um gráfico publicado na revista Nature. No site do RealClimate, no entanto, os cientistas dizem que o termo foi mal interpretado – significaria apenas uma forma de apresentar o problema, não uma fraude.

A polêmica dos e-mails coincidiu com a divulgação, nessa segunda, dia 23, de um estudo da Organização Meteorológica Mundial segundo o qual a concentração na atmosfera dos gases que supostamente causariam o aquecimento global – entre eles o dióxido de carbono – atingiu um recorde em 2008. Conforme a pesquisa, a presença do CO2 era de 385,2 partes por milhão no ano passado, um aumento de duas partes por milhão em relação a 2007.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 198 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal