Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/11/2009 - Gazeta Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Seis caem no golpe do 'envelope vazio'

Por: Glacieri Carraretto


Seis pessoas denunciaram terem sido vítimas do "golpe do envelope vazio", na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, em Vitória. Um golpista finge se interessar pelo veículo que a vítima está vendendo. Ele leva a moto ou o carro e para simular o pagamento da compra, faz o deposito em um caixa de auto-atendimento com o envelope vazio na conta da vítima.

Segundo o delegado Everton Fernandes, as pessoas que procuraram a polícia contaram detalhes parecidos. "O suposto pagamento é feito na sexta-feira. O golpe só é percebido na segunda-feira, quando o dinheiro não entra na conta. Nesse tempo, o golpista já vendeu o veículo", informou o delegado.

Os casos foram registrados na Grande Vitória. A última vítima que compareceu à polícia, foi o vendedor F., 21 anos, que colocou um panfleto na moto CG 125 MRE 7645, cor preta. O golpista identificado por Alessandro dos Santos, 29 anos, ofereceu o valor pedido pelo vendedor. Ele pegou o veículo na sexta-feira, quando disse a vítima ter depositado o dinheiro.

Nesta segunda, F. Viu que o depósito não foi confirmado pelo banco, pois não havia dinheiro no envelope depositado pelo acusado.

"Geralmente, o golpista realiza o depósito do envelope vazio na sexta-feira ou no sábado após apanhar o veículo. Devido o expediente bancário, a confirmação do pagamento só acontece na segunda-feira, tempo suficiente para ele vender a moto ou o carro para outra pessoa ou agência. O veículo é vendido há um preço 20% menor que o de mercado o que facilita passar o carro", explicou Fernandes.

De acordo com o delegado, Alessandro dos Santos é apontado como autor dos cinco crimes registrados. Ele já responde a processo por receptação de veículo roubado.

O delegado alerta que o golpista chegava até a vítima por meio de placas de 'vende-se' ou anúncios em jornais e oferecia um preço igual ou superior ao pedido pelo vendedor.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 231 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal