Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

21/11/2009 - Correio do Minho Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Troca de notas origina burla

Por: Lurdes Marques


A desculpa de que as notas de vinte euros iam sair de circulação foi a forma encontrada por dois indivíduos para burlarem, em cerca de 150 euros, uma senhora de 57 anos, residente na freguesia de Sobradelo da Goma, no concelho da Póvoa de Lanhoso.

Tudo aconteceu por volta das 16 horas, de quinta-feira, numa ocasião em que Maria de Fátima Machado Costa se encontrava em casa juntamente com uma cunhada. O barulho de um carro a parar junto ao portão chamou a atenção da dona da casa que, ao deslocar-se ao exterior da habitação, avistou dois indivíduos no interior de uma viatura de cor escura.

“Esta casa tem gente doente?”, foi este o início da conversa que os dois indivíduos travaram com Maria de Fátima, que respondeu afirmativamente à pergunta feita, uma vez que a própria sofre de problemas de saúde, que se reflectem na sua locomoção.

Um dos homens saiu da viatura, ao passo que o comparsa permaneceu ao volante, e com duas notas na mão, uma de cinquenta e outra de vinte euros, questionou a senhora se conhecia as referidas notas, uma vez que as notas de vinte euros iam sair de circulação.
“Perguntou-m e se eu tinha muitas notas de vinte euros. Eu disse que tinha, mas poucas”, contou ao “Correio do Minho” a lesada.

Burla rendeu 150 euros

Posto isto, um dos burlões acompanhou a senhora até ao quarto, local onde a vítima tinha guardado o dinheiro. Foram cerca de 150 euros que Maria de Fátima mostrou ao burlão, em notas de 25 euros, tendo o mesmo contado as notas na sua frente. Com o dinheiro na mão, o indivíduo deu um empurrão à vítima e pôs-se em fuga, juntamente com o comparsa, numa viatura azul escura.

“Sabiam informações sobre mim porque perguntaram se o meu marido e os meus sogros estavam. Como eu disse que não, sentiram-se à vontade”, disse Maria de Fátima, que se mostrava muito abalada pelo acontecido. “Apesar de tudo, tenho sorte porque não me fizeram mal”, disse Maria de Fátima. Esta situação surge numa ocasião em que a GNR teve no terreno o programa “Idosos em Segurança”. Para além de palestras em alguns locais do concelho, os militares da Póvoa de Lanhoso contactaram com a população mais idosa, a fim de alertarem esta faixa etária para as situações de burla.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 222 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal