Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/11/2009 - Correio da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Tinha 50 mil dólares falsos

Por: Alexandre Panda


Com 50 mil dólares falsos queria pagar a um empresário de Paços de Ferreira dois automóveis, três mobílias de sala e outras tantas de quarto. Após duas entregas de notas falsas, o empresário descobriu o esquema e o burlão foi apanhado, ontem de manhã, durante uma cilada montada pela GNR de Paços de Ferreira.

O homem de 58 anos foi entregue pela GNR à Polícia Judiciária do Porto que, após o interrogar, e visto não ter sido detido em flagrante com as notas falsas, foi constituído arguido e libertado. Vai aguardar o desenrolar do processo.

Tudo começou no início desta semana quando o proprietário de um posto de abastecimento de combustíveis da BP, situado em Seroa, Paços de Ferreira, foi abordado pelo indivíduo. Prometeu comprar-lhe duas carrinhas que tinha à venda e após ganhar confiança com o empresário, de 45 anos, conseguiu ainda chegar a acordo para a compra de mobílias mediante um pagamento faseado em dólares.

Logo no início do negócio, o comprador entregou ao dono das bombas de gasolina dez mil dólares. Imediatamente, o empresário deslocou-se ao balcão do seu banco em Lordelo, Paredes, onde depositou o dinheiro. Os bancários não detectaram que se tratava de notas falsas.

Nos dias seguintes, o empresário aceitou outra parcela do negócio e recebeu 20 mil dólares em notas de 100, que também foi depositar na mesma dependência bancária. Sempre em contacto com o comprador, que parecia ser um negociante internacional, o empresário só se apercebeu da burla quando recebeu os últimos 20 mil dólares e foi novamente ao banco depositá-los. Dessa vez, os funcionários informaram o homem de que as notas eram falsas.

Estupefacto, contou o caso à GNR de Paços de Ferreira e os militares planearam uma forma de o interceptar. Ontem, quando foi à bomba de gasolina para levar outra carrinha, foi interceptado pela GNR. À PJ disse ter recebido as notas noutro negócio e não saber que eram falsas.

PORMENORES

BANCO NÃO DETECTOU

O homem entregou os 50 mil dólares em notas de 100. A contrafacção era de grande qualidade e na dependência bancária, onde o empresário foi depositar o dinheiro, só à terceira entrega detectaram que se tratava de moeda falsa.

BOM NEGÓCIO

O empresário de Paços de Ferreira estava confiante de estar a fazer um bom negócio. Pelos seis conjuntos de mobílias e duas carrinhas de transporte iria receber 50 mil dólares, cerca de 34 mil euros.

COMPETÊNCIA

Após ter sido interceptado pela GNR, o homem de 58 anos foi levado para a PJ do Porto que o interrogou. Como não foi apanhado em flagrante acabou por ser constituído arguido. Vai aguardar o desenrolar do processo em liberdade.

MATRÍCULA FALSA

O burlão deixou uma carrinha dele na bomba de gasolina para que fosse mudado o óleo. O veículo tinha matrículas falsas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 212 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal