Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/02/2007 - Jornal da Cidade de Bauru Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpistas levam R$ 6.400,00 de vítimas

Por: Luciana La Fortezza


Ao sacarem dinheiro no banco, mais duas pessoas caíram na lábia de estelionatários em Bauru. Entre ontem e anteontem, os golpistas levaram R$ 6.400,00 das vítimas, que circulavam pelo Centro da cidade.

No caso mais recente, o prejuízo foi de R$ 4.200,00. Um desempregado de 32 anos retirou o montante ontem pela manhã de uma agência bancária. Na saída, uma pessoa deixou cair um envelope, que teria dinheiro. Uma terceira pessoa simulou ter percebido e, junto com rapaz que viria a ser lesado, comunicou a queda do pacote a outro golpista, cujo papel era simular ser uma eventual vítima.

Satisfeito pela “honestidade” demonstrada, o estelionatário avisado sobre o pacote prometeu R$ 200,00 em recompensa. O desempregado, no entanto, ao buscar o valor deixou os R$ 4.200,00 sacados com a dupla de falsários. Quando percebeu o golpe, já era tarde demais. Ambos haviam fugido. Da mesma maneira agiram um homem e uma mulher anteontem pela manhã, informa a Polícia Militar (PM).

Ela, aparentando 30 anos, abordou um rapaz de 21 anos que acabara de sacar R$ 2.200,00 de outra agência bancária, na quadra 5 da rua Ezequiel Ramos, no Centro. Perguntou a ele se havia perdido um cartão de banco. Enquanto o moço respondia que não, um senhor de uns 50 anos se aproximou e disse que o cartão era dele.

Também para recompensá-los pelo encontro do cartão ofereceu um relógio, que deveria ser retirado num outro local. Para tanto, a vítima teria de deixar o dinheiro com eles, por garantia. Quando voltou, o rapaz não encontrou ninguém e ficou sem os R$ 2.200,00, acrescenta a PM. Os dois casos já estão sendo investigados pelo 3º Distrito Policial (DP).

“A Polícia Civil orienta as pessoas a desconfiar. Dinheiro não cai do céu e ninguém ajuda ninguém desse jeito. As pessoas não podem acreditar em histórias assim, milagrosas”, afirma o titular da delegacia, Abel Cortez. De acordo com ele, ontem mesmo havia uma equipe investigando as ocorrências.

No entanto, ele também recomenda que as transações bancárias sejam feitas de forma eletrônica. O objetivo é evitar que as pessoas circulem com grande quantidade de dinheiro pelas ruas. O nome das vítimas não foi divulgado pela Polícia Civil para não constrangê-las.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 397 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal