Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/11/2009 - Diário de Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falso médico durante 10 anos no banco dos réus

Por: Roberto B. Moreira

Júlio Costa vai hoje a julgamento, acusado de burla, usurpação de funções e tráfico de estupefacientes.

O homem de 43 anos, residente em Penafiel, que está acusado de, durante mais de dez anos, se ter feito passado por médico sem ter as qualificações devidas, vai começar hoje a ser julgado. Júlio Costa vai chegar ao Tribunal de Lousada acusado dos crimes de tráfico de estupefacientes, falsificação agravada de documentos na forma agravada, usurpação de funções e burla qualificada.

No banco dos réus estará também Ricardo Sobrino Travieso, um médico espanhol ao serviço no Centro de Saúde de Britelo, em Celorico de Basto, acusado de ser cúmplice nos crimes de usurpação de funções e de burla qualificada. Desde 1 de Novembro do ano passado que Júlio Costa está em prisão domiciliária. Foi neste dia que este homem divorciado, com um filho de oito anos e a quem foi diagnosticada paralisia cerebral, foi detido pela PJ na sequência de uma investigação que se iniciou depois de um rapaz ter dado entrado no Hospital Padre Américo, em Penafiel, com uma intoxicação por ingestão de medicamentos contra-indicados. Na operação, a PJ apreendeu na Psicomed - Consultório Clínico, situada na freguesia da Ordem, Lousada, vinhetas de vários médicos, centenas de receitas médicas e cartões de visita em nome de "Dr. Júlio Costa". As autoridades encontraram ainda diversas caixas de fármacos cuja posse e comercialização é permitida apenas a médicos e farmacêuticos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 201 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal