Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/11/2009 - Jornal do Povo de Três Lagoas Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mulher cai no golpe “Torpedo Premiado” e perde R$ 200

Por: Gabriela Carvalho


A história parece estranha, mas é realidade. Maria de Fátima da Silva, 46 anos, caiu no último sábado (7) no "Golpe do Torpedo Premiado”. Embora para muitos esse tipo de história seja repetitiva e massante, muitas pessoas ainda acreditam no golpe que premia por meio de mensagens no celular. O caso de Maria de Fátima da Silva é um exemplo da ação de criminosos. Na noite da sexta-feira (6) ela recebeu uma mensagem no celular comunicando que havia ganho uma casa e um carro.

“Quando cheguei da igreja e vi a mensagem no meu celular estava escrito assim: O SBT informa que o Programa do Ratinho sorteou uma casa no valor de R$ 50 mil e um carro de R$ 30 mil. Sua linha móvel foi premiada. Para mais informações ligue grátis do seu número fixo”, contou Maria de Fátima.

A faxineira, que reside no bairro Colinos, disse que só viu a mensagem após chegar do culto. “Nossa... eu estava rezando tanto, pedindo a Deus para ter esses bens, até para levar de carro minha família à igreja e quando eu vi a mensagem não me contive de alegria. Ninguém pode imaginar a minha felicidade”.

Após a mensagem, Maria retornou a ligação e os criminosos começaram a persuadir a vítima. “Eles me perguntaram se eu queria que o valor fosse depositado ou se eu queria a casa mesmo. Optei pela casa. Ai eles me perguntaram se eu poderia fazer uma doação no valor de R$ 200. Eu aceite e eles me passaram os números da conta”, disse.

Iludida com a falsa promessa, no sábado (8), logo pela manhã, a dona de casa foi até a Caixa Econômica Federal fazer os depósitos. “Eles me passaram dois números de contas diferentes e me pediram que fizesse o depósito separadamente. Vi que as contas eram de Fortaleza, no Ceará, mas estava tão empolgada, que nem pensei nisso”.

Quem começou a desconfiar do golpe foi a filha de Maria de Fátima, Aline Patrícia da Silva Ibanêz, foi ela quem ligou no SBT e descobriu que não passava de um golpe.

“Eu liguei no SBT de Osasco, e nem terminei de contar a história a moça disse que tínhamos caído no conto do vigário e que, infelizmente, minha mãe tinha depositado dinheiro na conta de bandidos”, lamentou.

O que chamou atenção tanto da mãe quanto da filha foi o fato deles não terem solicitado documentos. “Eles só pediram nosso endereço. Não pediram nenhum documento. No outro dia ainda ligaram para a minha mãe e pediram para que ela comprasse três cartões no valor de R$ 25 cada um. Como ela já estava ciente do golpe, não deu moral e desligou o telefone. Eles disseram que para receber mesmo o prêmio seria necessário a compra do cartão”.

Maria de Fátima emprestou o dinheiro de uma amiga da Igreja para depositar na conta solicitada. Ela lamenta e diz que agora o dinheiro vai fazer falta. “Final de ano, contas para pagar e eu na ilusão de ter a minha casa e o meu carro. Espero que seja um exemplo e que pessoas não caiam nesse golpe”. alertou.

O capitão da PM, Paulo Ribeiro dos Santos faz um alerta. “Mesmo com tanta divulgação algumas pessoas ainda caem nesses golpes, até mesmo no de falso sequestro relâmpago. Na maioria das vítimas estão pessoas idosas que parecem mais fáceis de serem enganadas. Eles são mestres na hora de ludibriar. Muitas vezes usam nomes de autoridades e empresas conhecidas.
Eles fazem de tudo para dar seguimento a esses planos”, explicou o policial.

No site da Polícia Civil as recomendações são para que a pessoa não retorne a ligação e faça a denúncia no próprio site da instituição (devir.pc.ms.gov.br). As mensagens normalmente são oriundas de envio através da internet, celulares furtados ou roubados e celulares adquiridos de forma irregular (sem o devido cadastro do usuário na operadora). Para dar credibilidade às mensagens, os estelionatários utilizam nomes de empresas conceituadas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 196 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal