Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/11/2009 - Gazeta de Alagoas Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PM faz abordagem e detém mulher suspeita de estelionato

Por: Dulce Melo

Liliane da Silva Quirino estava com cartões de crédito, documentos de identidade e contra-cheques.

Uma operação feita por policiais do 4º Batalhão pode chegar, provavelmente, a um grupo de estelionatários. Numa abordagem, ocorrida na área de Fernão Velho, ao Fiat Uno, de cor cinza e placa MYM-9829/RN, conduzido por Liliane da Silva Sirino, de 19 anos, foram encontrados diversos documentos com fotos semelhantes e nomes diversificados, cartões de crédito, talões de cheques e faturas. Foi verificado e constatado que o carro é alienado.

À polícia, ela deu a versão de que o carro pertencia a Manoel Francisco dos Santos, conhecido como “Chico” e 1º sargento reformado da Polícia Militar. Disse que estava com o Fiat porque mantinha um relacionamento amoroso com um subtenente cunhado de Francisco e este havia emprestado o veículo.

No carro estavam três carteiras de identidade, duas delas da Polícia Militar (RGPM), com fotos do sargento, porém uma de número 05296/972 em nome de manoel Francisco dos Santos, e a outra com o número 052961 em nome de Dício Manoel Santiago da Silva. A terceira era normal, com a numeração 2.339.277/AL e está em nome de Francisco da Silva Santos.

“Além de todos os documentos, foi detectado após levantamentos que o Fiat está em nome de José Severino dos Santos e é alienado”- explica o capitão PM Santiago que comandou a operação. Pelos levantamentos, a polícia também descobriu que somente em multa há um valor de R$ 6.200.

Vários cartões de crédito – Mastercard, Visa, Bradesco, Unibanco- também estavam no carro, além de dois talões de cheques, sendo um com 20 folhas e outro com 13, CPF e título de eleitor, tudo em nome do sargento Manoel Francisco. Os policiais também tiveram acesso a contracheques da polícia com valores diferentes de R$ 3..261 e R$ 3.280, além de outro de R$ 4.589,58 referente ao cargo de técnico de controle externo do Tribunal de Contas, todos eles em nome do sargento.

Para o capitão é possível que os documentos sejam usados para aplicar golpes no comércio de Maceió. “Tinha documentação falsificada, faturas, tudo tão bem feito que só podemos deduzir que têm acesso a máquinas apropriadas para a confecção”.

Liliane tentou amenizar a situação, alegando que o carro estava sendo comprado por “Chico”. Mas, a informação é de que ele teria comentado que o carro pertencia a um amigo e não tinha nenhuma negociação sendo agilizada no sentido de ele adquirir o veículo. Também não procederia a informação de que ela tem um relacionamento com o subtenente.

Outra informação é a de que o sargento da reserva Manoel Francisco dos Santos teria sido excluído da Polícia Militar por problemas semelhantes.

Liliane estava no carro em companhia de um rapaz identificado como José Elias Marinho da Silva, de 35 anos, mas a polícia acredita que este pode não ter envolvimento com o caso.

A abordagem foi feita após Liliane avistar uma viatura do 4º Batalhão, dá ré e tentar sair apressadamente do local.

“Nós fomos até Fernão Velho porque o Ciods recebeu a informação de que três homens teriam parado em um Fiesta preto em frente ao Coqueirinho, colocado um rapaz na mala e saído. Então fomos fazer buscas. Disseram-nos que eles haviam rumado para a estrada de pedra, colocamos a viatura meio escondida e quando a condutora do Fiat nos viu, ficou assustada e tentou correr. Achamos estranho, fomos atrás, abordamos e encontramos tudo isso”- esclarece capitão Santiago.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 257 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal