Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

28/10/2009 - Plenário / FaxAju Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Deputada denuncia suposta fraude cometida pela Prefeitura de Lagarto


A deputada estadual Gorreti Reis (DEM), esteve na manhã de terça-feira, 27, na Rádio Progresso, em Lagarto, com comprovantes revelando suposta fraude no pagamento de servidores contratados para realizarem trabalhos básicos. Segundo contrato feito entre a empresa Via Norte Serviços de Locação de Mão-de-obra e a Prefeitura de Lagarto, os valores apontados são muito superiores aos recebidos mensalmente pelos trabalhadores.

De acordo com o documento, o valor mensal pago a empresa seria de trezentos e sessenta e dois mil, cem reais e vinte centavos, durante os três meses em que o contrato está em vigor. O valor total que a prefeitura pagará à Via Norte Serviços será de um milhão oitenta e seis mil, trezentos reais, sessenta centavos, com recursos do FUNDEB.

Pelo o que está disposto no documento, a Prefeitura de Lagarto contratou 200 pessoas para realizarem trabalhos de serviços básicos, onde cada uma receberia o valor de R$ 1.243,39. Já os 30 auxiliares de serviços operacionais deveriam receber R$ 1.678,38. A mesma quantidade (30) de profissional para trabalhar em monitoramento, onde cada um receberia R$ 1.534,41. Já os cinco motoristas (1), na teoria receberiam R$ 1.434,70. Os cinco motoristas (2), pelo acordo assinado receberiam R$ 1.973,00, valor unitário por função.

O acerto ainda frisa na cláusula quarta, que durante a vigência do pacto não haverá reajuste de preços. Segundo informações oficiais, a supervalorização apontada no trato não condiz em nada com a realidade. Goretti Reis levou contracheques de servidores mostrando que o valor mais alto pago, não ultrapassa R$ 475.

Para Goretti, a importância de divulgar o que vendo sendo feito pela atual administração de Lagarto é dever dela como Deputada, por isso a denúncia de mais uma cena de suposta irregularidade do prefeito José Valmir Monteiro. “Para se ter uma ideia, se essas contratações fossem feitas através de concurso público, os encargos para o Município seriam apenas de 32%. Já neste caso de terceirização, com a empresa Via Norte Serviços, esse valor passa para quase 100%”.

Goretti informou que irá levar cópia do contrato ao Ministério Público e Tribunal de Contas, para que sejam investigadas as suposta fraude.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 188 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal