Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/10/2009 - EPTV.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresários sofrem tentativa de golpe por telefone

Vítimas são informadas sobre débito referentes à propaganda e que devem fazer depósito para não serem protestadas.

A Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (ACIRP) alerta que um golpe está sendo aplicado em empresas da cidade. Falsos cobradores ligam para os empresários e alegam que o CNPJ da empresa ou CPF do proprietário será protestado devido a um débito referente a um contrato de compra de anúncio.

O golpista oferece ainda um número de telefone como sendo do Cartório de Protesto para informações e confirmação da dívida, em que, nos casos de conhecimento da ACIRP, uma pessoa atende às ligações identificado-se como oficial do cartório e propõe novamente a realização do depósito.

De acordo com o departamento Jurídico da ACIRP o telefone informado não corresponde ao Cartório de Protesto da cidade. “Em todos os casos que tivemos conhecimento, não tinha sido realizado qualquer contrato com a empresa de anúncios ou então, tinham apenas recebido um fax com conteúdo indefinido, geralmente com o nome de algum funcionário da empresa vítima do golpe, como responsável pela contratação do serviço”, explica a advogada da ACIRP, Patrícia Bezerra de Paula.

Segundo a advogada, essas tentativas de golpe têm se tornado comum. Em Ribeirão, são três por semana, em média.

O empresário Eduardo Calil recebeu um desses telefonemas. Uma mulher, que se identificou como funcionária de um cartório de São Paulo, disse que a sua empresa estava sendo protestada por uma dívida de R$ 200 mil referente a uma propaganda que ele não tinha pago.

“A pessoa começou a enrolar e não deu nada de documento para provar que havia o débito”, afirmou. O empresário já havia recebido tentativas de golpes parecidos, mas com o recebimento de boletos e fax falsos.

A Acirp orienta os empresários para que, ao receber esse tipo de telefonema, não faça o depósito e registre um Boletim de Ocorrência, identificando o nome da empresa que oferece a assinatura ou anúncio, e o número que informam ser do Cartório de Protesto para que o crime de estelionato seja apurado. A Associação esclarece ainda que cartórios, como o de Notas e Protesto, entram em contato por meio do envio de notificações sobre a existência do débito, e o pagamento somente pode ser realizado no próprio cartório, nunca através de contas bancárias.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 216 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal