Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/10/2009 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista se passava por milionária para enganar vítimas em Minas Gerais

Por: Leonardo Guandeline


SÃO PAULO - A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu uma mulher de 40 anos acusada de aplicar golpes financeiros em pelo menos quatro vítimas em Belo Horizonte. Segundo a delegada Sandra de Oliveira da Silva, da Delegacia de Repreesão às Organizações Criminosas, Soraya Aparecida Silva se passava por herdeira de uma milionária e prometia doações em dinheiro a pessoas físicas e jurídicas. Em troca, as vítimas teriam de arcar com as despesas de cartório para concluir a doação. Uma delas chegou a depositar diversas quantias que, somadas, chegam a R$ 100 mil, segundo a delegada.

Soraya Aparecida foi presa em flagrante no último dia 16, mas a prisão só foi divulgada nesta quinta-feira. Uma denúncia anônima levou a polícia até um bar no bairro Glória, na capital mineira, onde a golpista e uma outra vítima que pagaria uma quantia de R$ 500 para uma 'despesa de cartório' estavam.

- Ela ganhava a confiança das pessoas e tinha uma boa conversa. Além disso, apresentava certidões judiciais falsificadas e documentos bancários confirmando ter muito dinheiro. Num dos extratos, havia uma conta de R$ 3 bilhões - ressalta a delegada.

Para as vítimas, Soraya Aparecida dizia que era muito rica e que tinha feito uma promessa à Nossa Senhora Aparecida que doaria parte da sua herança caso tivese a graça alcançada. Ela também falsificava termos de doação e, além de cobrar por taxas de cartório, dizia às vítimas que precisava de mais dinheiro para desbloquear suas 'contas milionárias'.

As vítimas, de acordo com a delegada, não têm um perfil definido. Uma delas teve prejuízo de R$ 30 mil. A polícia agora investiga outras pessoas que possam ter caído no golpe e também possíveis comparsas da falsa milionária.

- Ela é uma pessoa que se comunica muito bem e mostra um certo conhecimento quando falava do assunto - diz a delegada Sandra de Oliveira da Silva.

Soraya Aparecida, a princípio, responderá por estelionato. Os documentos usados por ela serão analisados por peritos. Caso sejam comprovadas fraudes, ela também responderá por falsificação de documentos públicos e privados.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 239 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal