Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/10/2009 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Segurança em camadas contra hackers combina defesas como num castelo, diz expert

Por: André Machado


RIO - O futuro da cibersegurança está no passado. Para fazer face aos múltiplos ataques dos crackers de hoje, é preciso adotar as mesmas táticas dos construtores dos castelos medievais. É o que afirma Francisco Camargo, conselheiro da Associação Profissional de Risco e veterano do setor bancário - o mais visado pelos criminosos digitais, seja através de ataques aos próprios bancos, seja pelo roubo de identidade dos usuários. Em uma apresentação semana passada no Centro do Rio, Francisco explorou o tema da segurança em camadas, daí a comparação com os tempos das Cruzadas.

- Hoje há não só inúmeros ataques, como também inúmeras soluções de segurança; falta uma teoria unificada para o combate à fraude - explica. - Por isso, ensaiamos uma volta às origens, ao modelo de segurança do castelo medieval. Ele tinha primeiro o descampado em volta, para que se pudesse ver o atacante saindo da floresta; depois, o fosso, a ponte levadiça, a muralha, e, mesmo dentro, várias vielas para dificultar o acesso à edificação principal, e por fim uma torre onde se entrincheirar se tudo desse errado.

Passando à ciberera, essas camadas medievais viram a segurança física, a do armazenamento de dados, a do sistema operacional, a da rede, a dos programas e a das informações do usuário. Elas podem ser aplicadas tanto num ambiente grande quanto em casa.

- A primeira camada é o backup, para evitar a perda de dados - diz Francisco. - A segunda, o antivírus, para evitar danos ao sistema, à rede e aos arquivos. A terceira, o firewall, para proteger o perímetro. E assim por diante.

Sobre o futuro da segurança - segundo Francisco, uma guerra sem fim onde só é possível mitigar os danos -, ele vaticina que os criminosos digitais vão se valer do protocolo SCADA (que permite a computadores controlarem grandes sistemas industriais e logísticos) para fazer ciberataques a empresas e governos e recorrer a chantagens.

- Isso sem falar da questão wireless. Alguns aplicativos do iPhone são um perigo em mãos erradas, como o ScannerPro, que capta e ajeita imagens de documentos para envio - alerta.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 214 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal