Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

22/10/2009 - V News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Farmácia de vereador vende remédios falsos em Bragança Paulista.

Vereador e farmacêutica foram presos em flagrante por exploração e venda de medicamentos falsos.

Uma ação da polícia e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) fechou, hoje, uma farmácia que vendia remédios falsos, em Bragança Paulista. O proprietário da farmácia e a farmacêutica foram presos e levados para São Paulo.

Agentes da Anvisa e das polícias Civil e Rodoviária Federal chegaram à farmácia pela manhã, e pegaram de surpresa o proprietário - o vereador de Bragança Paulista, Wanderley Luiz do Prado.

Ele e a farmacêutica Vanessa Ramos Melo foram presos em flagrante por exploração e venda de medicamentos falsos. Se condenados, podem ficar até 15 anos na cadeia. "Não sabia de nada, estou muito assustada", disse Vanessa no momento da chegada dos policiais.

Já Wanderley, respondeu as acusações com uma curta frase, enquanto entrava na viatura. "É política".

Na farmácia, foram encontrados pelo menos 400 comprimidos falsos de medicamentos para disfunção erétil. Os agentes também apreenderam remédios sem lote e data de validade e em muitos casos faltava a documentação de origem, o que pode configurar tráfico de entorpecentes. "Tem todo um requisito para dispensar um medicamento controlado, e a farmácia não faz este controle. Então nós estamos apreendendo os livros, as receitas e encaminhando aos responsáveis técnicos", explica Marcel Figueira, agente da Anvisa, que interditou a farmácia.

A interdição é por tempo indeterminado e a farmácia pode até ter o alvará cassado. Os responsáveis serão investigados pela Anvisa e pela delegacia de saúde pública de São Paulo e podem receber uma multa que varia de R$1,5 mil a R$ 1,5 milhão.

Segundo a Anvisa, a operação tem sido feita em todo o Brasil e desde 2007, 141 responsáveis por farmácias foram presos com remédios falsos. Punição para quem vende, já que para quem compra esse tipo de medicamento pode representar perigo. "Isso é um grave risco à saúde da população, pois o uso de remédio falso pode levar à morte", disse o agente de inteligência da Anvisa, Adilson Bezerra.

A Câmara de Bragança Paulista informou que vai tomar as medidas necessárias para preservar os direitos do vereador Wanderley Luiz do Prado, que é filiado ao Partido Progressista. Em nota, a Câmara diz ainda que ele não terá o afastamento imediato do cargo.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 269 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal