Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/01/2002 - Folha de Londrina Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia investiga golpe da Arara

Por: Erika Pelegrino


Na manhã de ontem, a Polícia Militar descobriu, através de denúncias de vizinhos, um local onde estavam guardadas diversas mercadorias compradas com cheques sem fundo no comércio de Londrina.No local, estavam quatro vítimas do golpe da arara(loja se estabelece faz diversas compras no comércio depois fecha as portas), que tentavam recuperar suas mercadorias.
Segundo a polícia, o golpe teria sido aplicado pela loja de produtos country Oklahoma, instalada na na Avenida Madre Leônia Milito, provavelmente a partir de dezembro. Segundo informações levantadas até ontem pela Polícia Civil, esta loja teria comprado uma série de mercadorias de alta qualidade (ferraduras, ração, móveis de escritório e de casa,óculos escuros, tintas, ar condicionado, televisão, vídeo cassete, materiais elétricos).
Quando os cheques começaram a voltar, a loja teria fechado as portas e alugou uma casa próxima onde guardou as mercadorias. Como as vítimas desconfiaram, os acusados não conseguiram fugir com todas as mercadorias.
Na casa foi encontrada apenas parte dos produtos do golpe. A polícia ainda não tem idéia do prejuízo e nem de quantas são as pessoas lesadas, mas estima que pelo menos dez pessoas tenham sido vítimas.
Ontem as quatro vítimas informaram que a pessoa que se apresentava na compra dos produtos era RENATO DE ALVARES GOULART. José Aparecido da Costa, funcionário da loja de materiais elétricos Ponto Certo, afirmou que a loja vendeu R$ 4.600,00 para GOULART que pagou com três cheques pré-datados da Oklahoma. Costa afirmou que na casa estavam apenas 2% das mercadorias vendidas. Outra vítima Evandro Lopes, conseguiu recuperar 90% dos móveis vendidos a R$ 1.500,00 também com cheuqe pré-datado.
O delegado Márcio Vinícius Ferreira Amaro adiantou que há fortes índicios de estelionato. Segundo ele, ainda não se sabe se o nome do acusado é mesmo RENATO GOULART.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1369 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal