Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

14/10/2009 - V News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mesmo com alertas da polícia, golpe do falso sequestro ainda faz vítimas na região

Para auxiliar o trabalho da polícia, é importante que a vítima registre o boletim de ocorrência.

Um velho golpe ainda faz novas vítimas. Mesmo com tantos alertas da polícia, não é difícil entender como há pessoas que caem no golpe do falso sequestro. Em Jacareí, bandidos usam o telefone para amedrontar e intimidar na tentativa de arrancar dinheiro de famílias inteiras.

Uma advogada de Jacareí passou 10 minutos conversando com os criminosos por telefone. Ela conta como foi o diálogo com o golpista. “Aqui é uma quadrilha, sua filha foi seqüestrada, você vai ter que pagar um resgate. Se você desligar o telefone ou chamar a polícia, sua filha vai ser morta e nós vamos jogar ela dentro de um buraco. Você fica sem ação”, contou a aposentada que prefere não se identificar. Ela não caiu no golpe porque descobriu que a filha estava bem.

Já uma aposentada, que também não quis se identificar, relata que viveu 5 horas de nervosismo ao negociar com os golpistas. "Eles pediram mil reais, eu disse que só poderia dar 450, que eu paguei em créditos de celular", relata.

A polícia não possui estatística sobre este tipo de crime. O delegado Talis Prado Pinto fala de cuidados que devem ser tomados para que o golpe seja evitado. “Se a pessoa recebe a ligação a cobrar e não conhece a voz do interlocutor, deve desligar imediatamente o telefone”, orienta.

Após receber a ligação, é importante que a vítima faça o registro do golpe, ou da tentativa dele, na delegacia. “As pessoas devem evitar o pânico, não levar a sério essa ligação, anotar o número do telefone e o DDD e registrar o boletim para que a polícia possa entrar em contato com as autoridades da cidade de origem da ligação”, diz o delegado. Ele informa que denúncias anteriores já ajudaram a polícia a desmantelar diversas quadrilhas que agiam dentro de presídios.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 201 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal