Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

06/10/2009 - Mais Comunidade Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Dupla presa com cheque clonado

Por: Ludmila Mendonça

Policiais encontraram talões falsificados em nome de duas empresas do Distrito Federal, dentro de veículo. Suspeitos deverão responder por estelionato.

Oito folhas de cheques impressas em nome de duas empresas do Distrito Federal foram as provas que levaram à prisão de dois homens, sob acusação de clonagem de documento, na tarde de ontem. A polícia recebeu uma denuncia de que Jorge Cosmo da Silva, 43 anos, e Genizan Alves da Mota, 29 anos, estavam comercializando os cheques falsificados. Eles foram presos em flagrante, na QNN 18, Conjunto G, em Ceilândia. Na manhã de hoje a dupla foi encaminhada ao Departamento de Polícia Especializada (DPE).

A Polícia Civil recebeu uma denúncia anônima dizendo que os acusados estavam realizando comércio ilegal na região. Chegando no local informado, os agentes fizeram uma campana e observaram que havia um grande movimento de veículos na quadra. “As pessoas chegavam de carro ficavam alguns minutos e iam embora”, diz um agente. Ele conta que Genizan Alves chegou num veículo e Jorge foi recebê-lo e entregou algo para o colega.

Desconfiados, os policiais abordaram o carro no conjunto ao lado de onde o fato ocorreu e encontraram com Alves várias cártulas de cheques clonados em nome de um laboratório, localizada na região de Águas Claras, e de uma empresa de alimentos que fica na Asa Norte. O outro acusado, Jorge Cosmo, estava na posse de R$ 300 em espécie, provenientes da venda de cártulas de cheque.

Os donos das empresas foram chamados na 15ª DP (Ceilândia Centro) a ocorrência foi registrada. Lá, os empresários visualizaram os acusados e disseram não conhecer nenhum dos homens e afirmaram não tem passado nenhum cheque das empresas para eles.

De acordo com a polícia, os autores já respondem a outros inquéritos policiais. Entre eles estelionato, tentativa de estelionato, uso de documento falso e formação de quadrilha. A dupla irá responder por estelionato. Se condenados podem pegar de um a cinco anos de reclusão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1639 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal