Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

01/10/2009 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Em SP, grupo de mulheres dopa homens para furtar cartões e senhas

Polícia prendeu nesta quinta (1) rapaz com medicamento para epilepsia. Ele aparece em imagens ao lado de grupo suspeito de furtos.

A polícia de São Paulo prendeu nesta quinta-feira (1) na República, região central de São Paulo, um atendente que integra um grupo suspeito de dopar vítimas para roubar dinheiro e cartões bancários - golpe conhecido como “Boa noite Cinderela“. O grupo dopava vítimas com um medicamento utilizado no controle de epilepsia. Os investigadores chegaram aos suspeitos ao apurar indícios de fraude eletrônica.

Segundo a polícia, em 19 de setembro, dois comerciantes e um motorista foram abordados por três garotas na Zona Norte. Eles foram dopados e acordaram em hotéis, sem os documentos, dinheiro e cartões bancários. As vítimas, ao checarem os saldos de contas correntes e cartões de crédito, detectaram saques e compras.

Os policiais conseguiram rastrear parte da compras. Em uma loja de calçados, as imagens do circuito interno, revelou os rostos de duas mulheres e um homem.

As investigações levaram aos policiais até um call center instalado na praça da República. A equipe deteve o atendente de 24 anos, que aparece nas imagens obtidas na loja de calçados. Ele tinha três caixas do medicamento e talões utilizados por médicos para receitar remédios de tarja preta.

Os policiais apreenderam documentos das vítimas e outros objetos no apartamento de Sousa, na rua General Osório, em Santa Cecília. A equipe também descobriu o que o grupo, em 13 de setembro, aplicou o mesmo golpe em um empresário, de 40 anos. O ataque aconteceu na Zona Sul.

O delegado José Mariano de Araújo Filho, titular da DRCCMeio Eletrônico, avalia que o número de vítimas pode ser maior. “Nosso passo agora é identificar as mulheres do grupo”, disse o delegado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 371 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal