Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/09/2009 - UOL Notícias / InfoMoney Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Crise e desemprego têm feito pessoas recorrerem ao crime virtual


SÃO PAULO - A crise econômica e o desemprego gerado têm feito com que mais pessoas recorram ao crime virtual para obter dinheiro. Em fevereiro deste ano, o próprio FBI divulgou uma nota informando sobre o problema das fraudes de trabalho em casa, em que pessoas que perderam o emprego de forma inesperada aceitam praticamente qualquer coisa que conseguem.

Segundo relatório da McAfee, elas podem recorrer a trabalhos como "mulas de dinheiro", transferindo ilegalmente fundos obtidos por meio de ladrões de senhas a serviço de golpistas virtuais.

Riscos

Essas vítimas, que estão sob forte pressão financeira, normalmente desconhecem ou não se importam com a atividade criminosa que há por trás da lavagem de dinheiro. Porém, as transferências bancárias que realizam podem ser revertidas, e essas mulas estão, muito provavelmente, na mira das autoridades que investigam o crime virtual.

Isso porque, com a ajuda dessas pessoas, as transferências para países estrangeiros parecem transações domésticas, tornando possível movimentar uma quantia maior do que o limite imposto pelos bancos na transferência para países estrangeiros.

Porém, os responsáveis pela lavagem são mais visíveis e são descobertos e processados, enquanto os verdadeiros criminosos se escondem nas sombras.

Evitando fraudes

A dica para os consumidores é não aceitar as ofertas de trabalho que pareçam boas demais, para não serem envolvidos em atividades criminosas.

Mas também é necessário ter cuidado com vírus e outros programas para contaminar computadores. O relatório da McAfee aponta um aumento de 400% nos códigos para roubo de senhas, apenas em 2008. As vítimas podem sofrer mais do que prejuízos financeiros. Elas ainda podem enfrentar a Justiça, por terem aparentemente cometido crimes virtuais de seus computadores, devido ao uso anônimo do endereço IP pelos verdadeiros criminosos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 215 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal