Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/09/2009 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Anônimos trabalham como voluntários para barrar os fichas-sujas


RIO - Moradora da Tijuca, a professora aposentada Maria Apparecida Fenizola, de 78 anos, seguiu, no último ano, a rotina de se arrumar, pegar parte das fichas que imprimiu com recursos próprios e, com um sorriso no rosto, sair em busca de aliados para a luta contra a eleição dos chamados políticos fichas-sujas. Como mostra reportagem de Isabel Braga publicada na edição deste domingo do GLOBO, Maria Apparecida é uma entre as centenas de voluntários que trabalharam em todo país na coleta de assinaturas em apoio ao projeto de iniciativa popular que tenta barrar a candidatura de políticos que respondem a processo na Justiça por crimes graves ou contra a administração pública. O movimento entregará dia 29 ao presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), 1,3 milhão de assinaturas de eleitores coletadas em todo o país.

Para Maria Apparecida, qualquer local era válido para convencer um brasileiro: depois da missa, do jogo, no shopping. Conta que dizia que era possível, sim, fazer alguma coisa, e explicava o projeto encampado pelo Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), com apoio de 43 entidades da sociedade civil.

- Bastava falar sobre isso e conseguia várias fichas. Deus dá a cada um seus dons. O meu é o de comunicar - contou.

Ao 67 anos, a paulistana Carmen Cecília de Souza Amaral integra o comitê do MCCE/9849 estadual/São Paulo, que colheu 154.995 assinaturas de apoio ao projeto contra os fichas-sujas.

- Atuo porque entendo que as entidades devem oferecer oportunidades de participação popular - afirma Caci, professora aposentada.

Em Brasília, o servidor público José Carlos Soares Pinto, de 53 anos, não perde um evento onde há aglomerações. Tem sempre no carro o "kit ficha-limpa": mesinha de metal, pranchetas e canetas. Empolgado, convoca a mulher, a sogra e amigos para ajudar. Não é simples: depois de convencer as pessoas é preciso ainda exigir que tenham o número do título do eleitor.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 283 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal