Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/01/2007 - Jornal do Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso estelionatário que se passava por policial


No final da tarde de terça-feira, 23, policiais federais efetuaram a prisão em flagrante de J.M.K., 51 anos, morador de São José dos Pinhais, por crimes de estelionato, falsa identidade, uso irregular de brasão da República e posse ilegal de arma.

O golpe aplicado por J. consistia em estabelecer contato com os responsáveis por empresas de Curitiba identificando-se como integrante da Delegacia de Passaportes da Polícia Federal - inclusive fornecendo o correto endereço do Setor de Passaportes da Delegacia de Polícia de Imigração da Superintendência Regional no Paraná. Ele então solicitava contribuição financeira para impressão de folhetos contendo instruções necessárias para obtenção de passaporte, justificando que a Polícia não dispunha de recursos para isto, sendo que em contraprestação à colaboração, na última folha do informativo seria impressa propaganda da empresa colaboradora.

O preso cobrava em média R$ 350,00 (trezentos e cinqüenta reais) das empresas, prometendo uma tiragem de 15 a 30 mil exemplares dos folhetos, os quais, segundo
ele, seriam deixados para distribuição na portaria da Delegacia da Polícia Federal responsável pela expedição de passaporte.

Recebido o valor das empresas, J. publicava pequena tiragem de exemplares, no máximo 100 (cem), pelo apurado, apenas para possibilitar futuro retorno às empresas e nova "contribuição" por parte destas.

Realizada busca domiciliar na casa do preso, foram encontrados vários folhetos, pelos quais foi possível se chegar a inúmeras vítimas do golpe como dono de restaurantes, clínica, farmácia, empresas de segurança, joalherias, entre outros. Em sua residência também foi localizada arma sem registro e munição respectiva.

Acredita-se que existem muitas outras vítimas e empresários que foram contatados pelo preso, os quais devem procurar a Polícia Federal para registrar o fato.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 374 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal