Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

22/09/2009 - Portal Imprensa Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpistas usam nome de Ana Hickmann e da Rede Record para enganar consumidores


O velho golpe do cartão telefônico - em que as vítimas são levadas a comprar saldo pré-pago para uso em aparelhos celulares - utiliza agora o nome da apresentadora da Rede Record Ana Hickmann. O Portal IMPRENSA teve acesso e telefonou a um dos números para o qual as vítimas devem retornar caso desejem ganhar um Citroën C4 Pallas. O DDD é de Fortaleza, no Ceará. Logo que começa a ligação, o golpista, que afirma ser funcionário da TV Record e atende por Leandro, parabeniza quem faz o telefonema: "a partir de agora, comemora e agradece a Deus (sic), você ganhou um C4 Pallas", afirma, com forte sotaque local. Para continuar a promoção, o golpista afirma que será necessário adquirir dois produtos da Nestlé e seis cartões telefônicos, três da TIM e três da Claro, depois de confirmar o telefone contemplado com o sorteio. O Portal IMPRENSA informou o número desativado de um celular da redação e, assim, prosseguiu com a "promoção".

As respostas para eventuais perguntas estão sempre prontas, embora risíveis. Questionado sobre o fato da Record ser em São Paulo e o número a retornar, de Fortaleza, o golpista explicou que "não se trata de um DDD, mas um modem de computador". Ao ser perguntado sobre uma eventual aparição em programas de televisão da Record, o golpista disse que poderíamos participar do programa da Ana Hickmann, atrapalhando-se ao pronunciar o sobrenome da apresentadora. Para completar a promoção, ele daria 50 minutos para que os produtos indicados fossem adquiridos.

Passada meia hora, retornamos. Quando começamos a informar códigos falsos de cartões pré-pago, o golpista ficou nervoso e afirmou que estávamos atrapalhando o "trabalho" dele e que nenhum número "está constando o comprovado (sic)". Insistimos, indicando a suposta procedência dos cartões e o golpista, irredutível, disse que havíamos "perdido todo o prêmio" e que "a gravação tinha sido gravada e registrada".

O mesmo golpe já utilizou nomes de outras empresas, como o SBT e a Embratel e personalidades como o Gugu e a Ana Paula Arósio.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 264 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal