Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/09/2009 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mais golpes em empréstimos

Por: Nathália Lobo


A Polícia Civil agora investiga a participação de corretores, que burlam os valores dos contratos para aumentar comissão

A Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) investiga o surgimento de uma nova modalidade do golpe do empréstimo consignado. As vítimas continuam sendo funcionários públicos estaduais, mas, para surpresa da Polícia, corretores passaram a aplicar o golpe apenas para receber comissões de valor mais elevado.

"O empréstimo é realizado em nome do funcionário público com documentos falsificados mas o dinheiro solicitado é depositado na conta da vítima e permanece lá. O que ocorre é que os valores emprestados são muito altos e isso aumenta a comissão do corretor", explicou o delegado Jaime Paula Pessoa Linhares, titular da DDF.

Estranho

O novo tipo de crime veio à tona depois que um funcionário público estadual prestou queixa na DDF, em 27 de agosto último. Residente na cidade de Milagres, no Interior do Estado, o homem, de 67 anos, estranhou um desconto no valor de R$ 836,00 que vinha aparecendo desde maio deste ano em seu contra-cheque. A vítima procurou a Polícia e descobriu que um empréstimo de R$ 19 mil havia sido feito em seu nome. Para isso tinham sido utilizadas cópias de seus documentos e até assinaturas falsificadas.

Segundo o delegado Jaime Linhares, o valor foi depositado na conta da vítima e não foi sacado por outra pessoa. "Descobrimos que existem corretores fazendo isso apenas para receber altas comissões. O que acontece é que a prática também é crime porque envolve falsificação de assinatura e utilização de dados e documentos de terceiros", esclareceu.

O caso do funcionário público estadual de Milagres está sendo investigado pela DDF e o delegado avalia outros Boletins de Ocorrência (B.Os.) de situações semelhantes. Segundo Jaime Paula Pessoa Linhares, a Polícia já tem alguns suspeitos sob investigação.

Desde o início do ano, a Polícia vem sendo comunicada de diversos golpes praticados em torno dos empréstimos consignados. O envolvimento de funcionários das empresas do ramo financeiro que trabalham com este tipo de operação já é um fato tido como concreto pelas autoridades policiais.

A primeira descoberta da Polícia foi em relação aos saques antecipados que os golpistas vinham fazendo nas contas dos clientes. Para realizar o crime, os estelionatários tinham em mãos todos os dados bancários das vítimas. Segundo apurou a DDF, os criminosos conseguiam fazer o saque nas contas dos servidores antecipadamente, e para isso se prevaleciam de informações privilegiadas, já que as empresas informam ao cliente que ele só pode ter o dinheiro em mãos 48 horas após o fechamento do contrato.

Outro golpe

Em plena era digital, em que golpistas se utilizam de técnicas cada vez mais sofisticadas para fraudar todos os sistemas possíveis, um antigo golpe volta a ser registrado pela Polícia: o conto do ´bilhete premiado´. Duplas de estelionatários escolhem suas vítimas em via pública. Os alvos preferidos são mulheres com mais de 50 anos e de bom poder aquisitivo.

Uma dessas vítimas foi uma mulher de 67 anos, profissional da área da Saúde. O nome dela será preservado a pedido da Polícia. A mulher saía de seu trabalho, numa tarde, quando um homem com aparência de ´matuto´ a abordou. "Ele tinha um bilhete de loteria na mão e dizia estar premiado. Ele afirmou que não sabia o que fazer, como ir até o banco para receber o dinheiro", relatou a vítima à equipe da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF).

Logo um segundo homem apareceu, bem vestido, se identificando como funcionário da Receita Federal. Disse que ia confirmar se o bilhete era premiado mesmo e voltou pouco depois com a confirmação. "A partir daí os estelionatários envolvem a vítima numa conversa, levando-a a apresentar algum valor em dinheiro como prova de confiança. Pedem a ajuda dela e prometem recompensá-la com uma parte do prêmio", explicou Jaime Paula Pessoa, Linhares.

A vítima passou em várias agências bancárias e, convencida pelos golpistas, conseguiu arrecadar R$ 30 mil, que foram apresentados como prova de confiança. A mulher estava indo em seu carro com os dois homens até uma agência da Caixa Econômica, onde iria supostamente, receber o prêmio, quando, no meio do caminho, o falso ´matuto´ disse estar passando mal, sentindo dor na barriga.

"A mulher parou numa farmácia para comprar remédio e, quando retornou, os dois homens tinham fugido, levando os R$ 30 mil", disse o delegado.

Percebendo então que tinha caído em um golpe, a vítima procurou a Polícia. "Temos as características dos dois homens e estamos procurando identificá-los. Mesmo assim, é importante que a história sirva de alerta às pessoas", diz Jaime.

Alerta

Com a aproximação das festas de Fim de Ano, os golpes aumentam tanto no comércio como na rede bancária. Os estelionatários diversificam seus atos criminosos com o intuito de arrecadar muito dinheiro, daí as autoridades fazerem sempre alertas à população. A maioria dos golpistas age em parceria como "laranjas", pessoas que fornecem até seus nomes para a abertura de contas bancárias ou transferências fraudulentas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 391 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal