Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

18/09/2009 - Jornal de Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Caixa Geral de Depósitos foi “carro vassoura de fraudes no BPP e no BPN”

Por: Hugo Silva


Quero uma Caixa Geral de Depósitos totalmente virada para o crédito, não só para as famílias, mas também para as pequenas e médias empresas”, afirmou Paulo Portas num jantar em Viseu, considerando que aquela instituição “serviu para ser o carro vassoura de fraudes cometidas no BPN ou no BPP”.

O candidato falava perante uma vasta assistência - “o maior jantar de sempre do CDS em Viseu” - e assegurou que pretende uma Caixa Geral de Depósitos “orientada para a economia real e não para a economia especulativa”.

Melhorar o subsídio de desemprego para os jovens e para os casais desempregados; mudar a política económica radicalmente para as pequenas e médias empresas; estabelecer o princípio de que quem trabalha mais, ganha mais (isentando de taxas as horas extraordinárias); facilitar o IRS para os “verdadeiros heróis”,ou seja, quem trabalha e estuda; e aumentar as pensões mais baixas tirando ¬ das verbas do rendimento social de inserção foram compromissos assumidos por Paulo Portas. A quem recebe o rendimento sem merecer, o líder do CDS aconselhou: “Vão trabalhar, que há muito para fazer”.

“Por que é que o número de filhos conta a multiplicar para dar o rendimento mínimo e não conta a dividir quando é para pagar o IRS?”, questionou, também. “O número de filhos dev contar verdadeiramente para o IRS que as pessoas têm de pagar”, sublinhou Portas.

Num discurso em que defendeu, também, a autoridade dos professores - “em casa manda a família, na escola mandam os professores”-, Paulo Portas denunciou que os docentes “são obrigados a passar os alunos de ano”, em nome da estatística.
Paulo Portas falou perante uma sala repleta. Tão cheia que, inicialmente, não havia mesas para todos. Pelo menos sete camionetas chegaram ao Expo Center (ao lado da discoteca Day After), com gente de todo o distrito de Viseu. Apenas pessoas do distrito, garantiram os responsáveis do CDS. Aos mil lugares inicialmente preparados foi preciso acrescentar mais algumas centenas, obrigando os funcionários a uma correria para montar mais mesas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 264 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal