Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/09/2009 - O Diário de Teresópolis Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpe da passagem: Acusado não era mais cobrador

Por: Eliane Almeida

Polícia investiga furto que teria sido praticado por auxiliar de tesouraria.

A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar furto mediante fraude envolvendo um funcionário da Viação Dedo de Deus, que estaria “desviando dinheiro do recolhimento das tarifas das passagens para a sua conta poupança”. Segundo a polícia, o esquema consistia no recolhimento das tarifas dos coletivos, onde o acusado substituía os pagantes pelos que tinham a gratuidade nas passagens, lesando então a empresa. O furto mediante a fraude estaria sendo realizado há mais de seis meses e já teria rendido quase R$ 150 mil. De acordo com o Sindicato dos Rodoviários de Teresópolis, o acusado não trabalhava mais na função de cobrador. “Já há algum tempo ele estava como auxiliar no setor de tesouraria da viação”, explicou José Maria da Motta, que esteve na redação de O DIÁRIO nesta quarta-feira.

A equipe do delegado titular da 110ª DP, Georges Toth, sob o comando do delegado adjunto Jorge Maranhão, conseguiu deter o acusado quando o mesmo estava em seu local de trabalho, no bairro de Ermitage. O funcionário foi indiciado por crime de furto mediante fraude, previsto nas penas do artigo 155, § 4º, II do Código Penal. Também de acordo com a polícia, no interior da residência do acusado foram arrecadados R$ 28 mil e na conta poupança foram depositados R$ 95 mil. A polícia chegou ao acusado após funcionários da empresa terem alertado que havia diferença no fechamento do caixa. “O acusado não resistiu à prisão e confessou todo o esquema durante o depoimento prestado no cartório da 110ª DP”, informa a polícia. Ele assinou a nota de culpa e foi conduzido a carceragem Polinter Base Teresópolis, onde está à disposição da Justiça. (RO 3864)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 294 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal