Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/09/2009 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpistas alegam ter carregado toras de madeira em motos

Documentos falsos são usados para transporte ilegal. Investigações apontam fraude de R$ 6 milhões.

Vinte pessoas foram presas na última semana acusadas de fraudar o sistema de transporte de madeira em Mato Grosso. Para movimentar caminhões carregados com produto ilegal, eles teriam falsificado guias de transporte – o documento necessário para passar pela fiscalização. Nesses papéis, os golpistas chegaram a colocar placas de carros de passeio e até de motos como veículos que carregam madeira.

A fraude ocorreu em Marcelândia (MT). Uma madeireira derrubava árvores de forma clandestina e procurava a quadrilha. De acordo com a polícia, o grupo fornecia uma guia de transporte de produtos florestais com informações falsas. As árvores cortadas eram descritas como se fossem de área de manejo e, em caso de fiscalização, a empresa apresentava a guia falsa e dizia que estava dentro da lei.

“Toda madeira ilegal no norte de Mato Grosso tem grande chance de ser proveniente de área indígena”, afirma o gerente regional do Ibama em Mato Grosso, Roberto Ágara.

Placas de motos

A grande pista deixada pelos fraudadores foram as placas dos veículos anotadas nas guias de transporte. A polícia desconfiou quando viu nos papéis que carros pequenos estavam transportando até sessenta toneladas de madeira nobre.

A quadrilha chegou a usar na falsificação placas de quatro motos – o que reforça a tese de que os golpistas só estavam preocupados mesmo em preencher a guia. Uma das motos teria transportado 20 toras de madeira nativa.

As investigações mostram que, em dois anos, a quadrilha emitiu pelo menos 500 guias falsas e movimentou 6 milhões de reais. Nas empresas suspeitas de comprar o papel para enganar a fiscalização, o Ibama encontrou muita madeira ilegal. Árvores ainda jovens, derrubadas na Amazônia.

“Nós conseguimos destruir uma célula importante no município, mas outras certamente existem em Mato Grosso e na região amazônica.”, afirma o delegado Luiz Henrique de Oliveira.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 328 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal