Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/09/2009 - Jornal Correio do Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Idosa perde R$ 500 em golpe


Os golpes telefônicos continuam fazendo vítimas na região de Palmital. As pessoas mais simples são as mais procuradas pelos bandidos, que ligam a cobrar, geralmente da região do Nordeste. Na última semana, a idosa Maria José Valter, compareceu à delegacia para registrar a fraude que sofreu dia 20 de agosto.
Segundo ela, recebeu um telefonema de uma pessoa que se identificou como gerente do setor de promoção do SBT. O estelionatário disse que a vítima havia ganhado uma casa da Caixa Econômica Federal e para receber o prêmio teria que depositar R$ 210.
Mais tarde, ela depositou outros R$ 290 para receber uma moto que seu filho de 14 anos havia sido premiado. Dona Maria José só percebeu que havia sido vítima de um golpe quando já era tarde. “Esse golpe já está manjado”, adverte o delegado de Palmital, Homero Vieira Neto.

O golpe

Neste tipo de golpe, as vítimas são escolhidas aleatoriamente. O criminoso liga a cobrar e anuncia que houve uma premiação pelo programa do Gugu, do SBT. Começam a conversar com a pessoa, observam a simplicidade e começam a atrair a atenção da vítima. Depois passam a pedir que façam depósito em conta corrente, código de barra de alimentos e cartão de crédito de aparelhos celulares.

Depósito

Na avaliação do delegado de Palmital, é muito complicado chegar a autoria do crime, porque são feitos de celulares de pessoas não identificadas. As contas telefônicas são de muito longes, geralmente do Nordeste. Outra circunstância negativa é que os valores são pequenos e por isso não compensa uma diligência ir tão longe para reaver as quantias roubadas. “As vítimas mesmo acabam desistindo e dizem que não vão mais prestar depoimento e perder tempo por isso, porque o valor não compensa”, afirma. “A grande verdade é que eles acabam levando vantagem porque pedem valor na faixa de R$ 500 e cartões celulares”, conclui.

Dicas para evitar o golpe:

» Nunca passe suas informações por telefone. Muitos criminosos simulam um “recadastramento por telefone” para obter os dados das suas vítimas. Oriente também as pessoas que trabalham na sua casa a nunca repassar suas informações, como por exemplo, o número do seu celular, o nome de seus filhos, etc.

» Muitas das ligações são oriundas de outros estados, como São Paulo ou Rio de Janeiro, por isso tenha cautela ao ver as iniciais 021 ou 011 no seu identificador de chamadas.

» Só atenda ligações a cobrar se estiver esperando a ligação de alguém.

» Esses golpes são classificados legalmente como Estelionato, artigo 171 do Código Penal Brasileiro, e quem os pratica pode pegar de um a cinco anos de prisão e multa. Caso você seja vítima de um golpe desses, preste queixa na delegacia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 253 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal