Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/08/2009 - O Planalto Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende quadrilha que aplicava golpes na região


O Delegado de Polícia da Comarca de Canoinhas, Dr. Rui Orestes Kuchnir acionou a DICC – (Divisão de Investigações Criminais de Canoinhas), composta por Policiais Civis e Militares, que passou a dar seqüência as investigações, logrando êxito em deter. Marcelo Augusto Ventura, 22 anos, Marlon Andrade da Silva, 21 anos, que estavam no interior do veículo Citroen Picasso com placas de Palhoça/SC e Rosemeri Maieves Madalena, 41 anos e sua filha Simone Maieves Madalena, 20 anos foram preso em flagrante
Através de um trabalho conjunto das Polícias Civil e Militar através da DICC – Divisão de Investigações Criminais de Canoinhas, uma quadrilha composta por duas mulheres (mãe e filha) e dois homens que aplicavam golpes e praticavam furtos qualificados em lojas da região foi desarticulada e presa na tarde de quinta-feira.
O bando que disse ser de Florianópolis, havia alugado uma casa na Rua São José há cerca de um mês. As mulheres usavam folhas de cheques roubados para fazer compras no comércio local.
O grupo acabou sendo preso depois que as duas mulheres efetuaram na quarta-feira um tratamento de beleza em um salão da cidade e feito o pagamento com dois cheques falsos totalizando o valor de R$1.220,00(Hum mil duzentos e vinte reais).
No dia seguinte a dona do salão viu que as duas mulheres estavam circulando pela rua Paula Pereira em um automóvel GM/Corsa placas LYO7462 de Florianópolis, e solicitou a presença da Polícia Militar. Uma guarnição foi até o local e deteve o grupo suspeito.
Após serem detidas e conduzidas pela Polícia Militar Rosemeri Maieves Madalena, 41 anos de idade e sua filha Simone Maieves Madalena, 20 anos de idade, foram presas em flagrante por estarem praticando o crime de estelionato, passando cheques clonados na região.
Com a dupla foram encontradas várias identidades falsas, um talonário de cheques com folhas falsas, Identidades de diversas pessoas, diversas folhas de cheques avulsas também em nome de várias pessoas, e demais materiais utilizados para a prática de estelionato.

INVESTIGAÇÃO E PERSEGUIÇÃO

A dupla estava pronta para deixar a cidade de Canoinhas, mas acabaram sendo perseguidos e presos em flagrante. Com eles foram apreendidos diversos produtos de furtos do comércio do planalto norte catarinense (eletrônicos e vestuários de grife, de elevada monta), além de ferramentas utilizadas para prática de arrombamentos, e pequena quantidade de entorpecentes (maconha e cocaína).
Estavam de posse de diversos documentos falsificados, que provavelmente eram utilizados para aplicarem novos golpes. A quadrilha foi autuada em flagrante pela prática de crimes previstos nos artigos: 171 (estelionato), 155 (furto), 288 (formação de quadrilha) e 307 (falsificação de documentos) do CP.
A quadrilha foi encaminhada ao presídio regional de Mafra onde permanecerá a disposição da justiça. O 3º Batalhão de Polícia Militar, através do excepcional trabalho prestado pelas guarnições de serviço, efetuou a prisão em flagrante de duas femininas e dois masculinos no final da tarde do dia 20 de agosto do corrente ano.
Por volta das 17h30min, a Central de Emergência da Polícia Militar recebeu a denúncia de que duas femininas estariam repassando cheques de origem duvidosa no comércio de Canoinhas.
Em seguida, de forma enérgica e instantânea, as guarnições de serviço deslocaram-se ao local do ocorrido, vindo então a efetuar a prisão de duas femininas, as quais estavam sob posse de cheques de origem duvidosa.
As lojistas realizaram o reconhecimento das duas femininas e confirmaram serem de fato as duas meliantes que haviam repassado os cheques falsos. Foi constatando ainda, que uma das senhoras encontrava-se em liberdade provisória e possuía três passagens pelo cometimento de estelionato. Já a outra feminina havia sido fichada por lesão corporal.
A Polícia Militar prosseguiu as diligências referente ao caso e no findar da noite efetuou a prisão de dois masculinos que faziam parte do mesmo grupo. Com os masculinos foram encontrados diversas roupas de marca (oriundas da cidade de Papanduva) e cerca de trinta Máquinas Digitais, um Lap Top e um Televisor de Plasma, os quais foram obtidos através de um assalto na cidade de Lebon Régis. Foram achados ainda, inúmeros documentos de identidade falsos e uma quantidade infindável de ferramentas e utensílios que, em tese, serviram de instrumentos para as práticas delituosas cometidas pelo grupo.
O 3º BPM intensificará seu trabalho e não medirá esforços para que possíveis integrantes do suposto grupo também sejam detidos, assegurando assim a segurança da população canoinhense, bem como a retirada de circulação de indivíduos fraudulentos que visam obter vantagens de pessoas trabalhadoras e de bem.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 347 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal