Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/08/2009 - Monitor Mercantil Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Os perigosos caminhos do sigilo bancário Suíço

Dirigente de banco é condenado. Justiça dos EUA condena por ter ajudado clientes a sonegarem milhões de dólares no fisco.

Genebra - Por ter ajudado clientes a evadirem milhões de dólares do fisco dos Estados Unidos, a Justiça norte-americana condenou um banqueiro do UBS, Bradley Birkenfeld, a três anos e quatro meses de prisão. Mas a notícia da condenação foi praticamente ofuscada por uma foto que está criando polêmica. Trata-se de um jogo de golfe disputado na última segunda-feira (24) entre o presidente Barack Obama, e seu amigo Robert Wolf, diretor do UBS nos Estados Unidos.

Depois de meses de tensão e de ameaças, o UBS e as autoridades norte-americanas fecharam acordo para permitir que 4,4 mil clientes tivessem seus nomes e contas reveladas à Justiça, para que sofram processos de evasão fiscal e fraude. O governo norte-americano, inicialmente, queria 52 mil nomes, o que significaria o fim do sigilo bancário na Suíça.

Sigilo preservado

Mas um acordo permitiu que a lei do segredo fosse preservada. O caminho foi o de passar a condenar individualmente os funcionários do banco, sem um impacto para o UBS como instituição. Nesta semana, o banqueiro Bradley Birkenfeld foi condenado pela Justiça norte-americana por ter ajudado a um dos clientes a evadir US$ 7,2 milhões do fisco dos Estados Unidos.

Birkenfeld confessou o crime e revelou que muitos outros no UBS também seguiam o mesmo caminho. O banqueiro se transformou no caso emblemático da luta contra os paraísos fiscais e os abusos. Mas, na segunda-feira, no primeiro dia de férias de Obama em Martha"s Vineyard, o presidente convidou alguns amigos mais próximos para uma partida de golfe e entre eles estava Robert Wolf.

Financiando campanhas

Na terça-feira, o jornal suíço Le Temps revelou como o UBS, antes de se encontrar em uma posição delicada, foi por anos um banco próximo a candidatos e políticos dos dois partidos nos Estados Unidos. Mas Wolf teria trazido o banco para o lado dos democratas. Ele e Obama teriam se conhecido em 2006, em uma festa organizada por George Soros. Nos anos seguintes, Wolf e o UBS acabaram sendo um dos maiores contribuintes estrangeiros para a campanha de Obama.

A idéia de Wolf, segundo o New York Times, era garantir que Obama fosse o candidato, e não Hillary Clinton. Para isso, coletou "algumas centenas de milhões de dólares". Em maio, recebeu seu pagamento pela ajuda e foi nomeado entre os conselheiros de Obama para questões econômicas.

No Brasil

Ao mesmo tempo que Wolf era promovido, Birkenfeld admitia à Justiça que ele e o banco ajudaram clientes norte-americanos a transladar dinheiro para a Suíça e até comprar jóias e obras de arte no exterior para evitar os impostos. Mas ele insiste que não estava sozinho no processo.

Já no Brasil, banqueiros do UBS também foram indiciados por crimes similares. Mas nenhum até hoje foi condenado. O banco insiste que não tem qualquer relação com os suspeitos e que as irregularidades foram cometidas de forma isolada. Um habeas-corpus suspendeu o processo e será julgado até o final de setembro.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 267 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal