Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/08/2009 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF faz operação em Curitiba para combater fraude contra o INSS


CURITIBA - Uma quadrilha especializada em fraudes ao sistema previdenciário, que já teria causado mais de R$ 11 milhões em prejuízos aos cofres públicos, é alvo de uma operação da Polícia Federal (PF) de Curitiba nesta quarta-feira. Ao todo, 19 mandados de prisão e 12 de busca e apreensão são cumpridos na capital como parte da ação, batizada de Operação Manjedoura. De acordo com a PF, até as 8 horas, seis pessoas já haviam sido presas.

Conforme apontaram as investigações, o grupo agia desde 2001 e era responsável pela intermediação de benefícios para segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

- O grupo induzia ao erro médicos peritos do órgão, de modo a garantir auxílios-doença e até aposentadorias por invalidez a pessoas absolutamente saudáveis - diz o agente Marcos Koren, chefe de Comunicação Social da PF no Paraná.

- Para isso, a quadrilha contava com a participação de psiquiatras, que forneciam atestados que declaravam distúrbios inexistentes - detalha.

Dos 19 mandados de prisão expedidos pela 1ª Vara Federal Criminal de Curitiba, 17 são contra beneficiários de forma ilegal, sendo sete de uma mesma família, e dois contra médicos psiquiatras. Além das prisões, a Justiça decretou a apreensão de veículos e de um imóvel que pertence aos acusados, bem como o cancelamento dos benefícios fraudulentos. Buscas a outros elementos que possam servir como prova são realizadas em residências e consultórios da cidade.

Os presos serão indiciados por estelionato e formação de quadrilha, crimes sujeitos a penas de até oito anos de reclusão. A PF não divulgou em que bairros a operação é realizada, informou apenas que um dos presos residia a 80 metros da sede da PF em Curitiba, no Santa Cândida. Além de policiais federais, as investigações contaram com a participação do próprio Ministério da Previdência Social.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 300 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal