Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/08/2009 - O Estado de São Paulo / Ag. Estado / Reuters Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Indústria de cartões de crédito nos EUA luta contra fraudes


BOSTON, ESTADOS UNIDOS - Novas informações sobre os ataques em grande escala de hackers contra a empresa de processamento de dados Heartland Payment Systems e a rede de supermercados Hannaford Brothers mostram os desafios que enfrenta a indústria de cartões de crédito dos Estados Unidos em suas tentativas de melhorar suas medidas de segurança.

Enquanto as empresas asseguram que seus computadores estavam de acordo com altos padrões de segurança para evitar a violação de dados, a Visa afirma que pelo menos a Heartland teria falhado.

As posições divergentes refletem uma controvérsia maior no setor, uma vez que as brigas entre varejistas e financeiras sobre tecnologia e o custo de atualizar os sistemas continua impedindo o avanço a segurança nas transações comerciais, segundo Robert Vamosi, analista da consultora californiana Javelin Strategy & Research.

"Ambos deveriam estar lutando contra fraudes e estão lutando um contra o outro", disse Vamosi.

O risco financeiro está se tornando cada vez maior. Fraudes envolvendo cartões de crédito e débito chegaram aos 22 bilhões de dólares no ano passado só nos Estados Unidos, um aumento em relação aos 19 bilhões de 2007, de acordo com a consultora.

A segurança dos dados do consumidor tem sido examinada minuciosamente desde 17 de agosto, quando Albert Gonzalez, de 28 anos, foi acusado, juntamente com outros dois hackers, que não tiveram seus nomes divulgados, de ter violado as redes de computador da Heartland e da Hannaford.

Essas exigências foram determinadas por um conselho que inclui as duas maiores redes de cartões de crédito do mundo, Visa e MasterCard, além da rede de fast-food McDonald's, a gigante petroleira Exxon Mobil e os bancos Bank of America e Royal Bank of Scotland.

Todas essas companhias sofrem com os custos cada vez maiores ligados à fraude e a sua prevenção. Das 275.284 queixas recebidas no ano passado pelo Centro de Reclamações para Crimes na Internet do governo norte-americano, 24.775 se referiam a fraudes de cartões de crédito ou débito, número muito maior que as 13.033 reclamações de 2007 e as 9.960 de 2006.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 357 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal