Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

22/08/2009 - Correio da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Burlavam com bens de falências

Por: Paula Gonçalves

Pombal: Ficaram com pelo menos 22 mil euros.

Um grupo de sete leiloeiros, empresários e liquidatários judiciais vão ser julgados no Tribunal de Pombal por se terem apoderado, em seis anos, de pelo menos 22 mil euros, resultantes da venda de bens de empresas falidas.

Os arguidos, com idades entre os 38 e 64 anos, estão acusados dos crimes de corrupção (passiva e activa), participação económica em negócio, burla, peculato e falsificação de documentos.

O Ministério Público (MP), com base na investigação da PJ de Coimbra, acusa-os de vender bens de oito empresas dos concelhos de Pombal, Alcobaça, Leiria, Marinha Grande e Porto de Mós, por valores superiores aos declarados nos processos de falência. Conseguiram, assim, apoderar-se do dinheiro corresponde à diferença entre o valor real e aquele por que venderam os bens.

Os dois principais arguidos são o sócio-gerente de uma leiloeira e um liquidatário judicial, que, segundo o MP, tinham um acordo: o liquidatário judicial indicava o empresário durante os processos de falência, que avaliava os bens por valores baixos, de forma a que a leiloeira os vendesse, mais tarde, com maior benefício. Depois dividiam o lucro das operações.

Entre os restantes arguidos há outro líquidatário judicial e alguns colaboradores do leiloeiro, que apresentavam propostas fictícias de compra dos bens.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 321 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal