Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

21/08/2009 - Jornal da Cidade de Bauru Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Morto recebia benefícios do INSS

Por: Lígia Ligabue

Em operação realizada ontem, Polícia Civil prendeu suspeito de movimentar a conta de uma pessoa falecida em 2008.

A Polícia Civil realizou ontem uma operação em toda área do Departamento de Polícia Judiciária-4 (Deinter-4), cuja sede é em Bauru, com o objetivo de combater a criminalidade, o tráfico de drogas e o porte ilegal de armas. Foram cumpridos dezenas de mandados de busca e apreensão e realizadas vistorias em estabelecimentos comerciais. Em Bauru, milhares de CDs e DVDs pirateados e muitas máquinas caça-níqueis foram apreendidos. Um homem foi preso suspeito de utilizar documentação de um morto para estelionato e receber benefícios do INSS.

O 1.º Distrito Policial (DP) cumpriu três mandados de busca a apreensão. De acordo com o delegado Dinair José da Silva, titular da unidade, os endereços foram relacionados pelo Serviço de Investigações Gerais (SIG) do DP. O primeiro local visitado foi a residência de uma dona de bar na Vila Independência. De acordo com o delegado Silberto Sevilha Martins, que atuou na operação, a informação é que ela guardava máquinas caça-níqueis no local. No endereço, os policiais encontraram seis máquinas de jogo eletrônico.

Já o segundo lugar revistado pela equipe do 1.º DP foi uma residência no Núcleo Joaquim Guilherme, endereço investigado em conjunto com o 3.º DP. No local, funcionava uma central para reproduzir filme, jogos e CDs de música. Todos os equipamentos encontrados no local foram apreendidos.

A única prisão em flagrante da operação em Bauru também foi realizada pelos policiais do 1.º DP. De acordo com Silberto, havia a informação de que Josivaldo Vicente Ferreira utilizava documentos de um homem já falecido para abrir contas bancárias, criar empresas e praticar estelionato. Durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa do suspeito, foram encontrados um RG com queixa de furto, e a certidão de óbito de Sebastião Alves de Albuquerque, com data de junho de 2008, além de comprovantes de saques realizados em uma conta bancária em nome do falecido.

Também foram localizados uma conta de energia elétrica e um requerimento para retirada de CPF também em nome de Albuquerque, além de muitos aparelhos de celular. De acordo com Silberto, Ferreira é suspeito de se apropriar da identidade de Albuquerque. “Apesar da data de óbito ser de junho de 2008, até hoje ele recebe benefícios do INSS”, destaca Silberto

A suspeita, informa o delegado, é que Ferreiro conseguiu colocar o nome de Albuquerque em uma conta de energia e, assim, pediu outros documentos. “Para as pessoas, o Sebastião (Albuquerque) existe. Ele vai com o documento e pode fazer qualquer atividade comercial em nome dele, inclusive receber seu benefício”, afirma o delegado.

Porém, Silberto avalia que as investigações ainda vão prosseguir. “Trabalhamos com a hipótese de que Ferreira, empregando documentação de Albuquerque, abria empresas e conseguia telefones celulares corporativos, que depois revendia”, explica. Para Dinair, a ação foi positiva. “Os policiais do SIG fizeram um bom trabalho. Já tínhamos as informações e tudo foi levantado para podermos participar da operação da Polícia Civil”, destaca.

Apreensões

Já a equipe do 3.º DP apreendeu mais de dois mil CDs e DVDs pirateados, além de material de jogo de azar. De acordo com o delegado Marcos Cremonesi, no primeiro endereço visitado pela equipe da unidade, na quadra 21 da rua Presidente Kennedy, os policiais encontraram volantes de apostas do jogo do bicho e uma máquina caça-níqueis. Na quadra 4 da rua Rio branco foram localizadas 333 mídias de CDs e DVDs. Já na quadra 7, foram apreendidas 1.689 mídias, entre jogos, filmes e CDs de música.

Na área do 2.º DP, os policiais cumpriram mandados de busca e apreensão na Alameda das Azaléias. De acordo com Luiz Augusto Cardoso, investigador chefe da unidade, a equipe foi até uma residência averiguar uma denúncia de que no local funcionava uma oficina de manutenção de caça-níqueis.

No endereço foram apreendidas placas eletrônicas, carcaças dos equipamentos, fiação, ferramentas, uma máquina de solda pequena, além de muitos componentes eletrônicos. O responsável pelo material apreendido confirmou que realizava manutenção de máquinas de jogo. Uma segunda pessoa abordada indicou aos policiais os dois bares onde mantinha duas máquinas caça-níqueis.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 320 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal