Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/08/2009 - 24 Horas News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Beneficiados por fraudes na Previdência são reavaliados pelo INSS


Médicos da Previdência Social começaram a realizar nesta quinta-feira, dia 20, novas perícias nos beneficiados sob suspeita de terem conseguido benefícios sob fraude. Eles foram alvos da “Operação Bengala”, deflagrada pela Polícia Federal. Levantamento preliminar aponta 35 benefícios com indícios de irregularidades e prejuízo estimado de aproximadamente R$ 600 mil. Caso seja compravado o benefício sob esquema de fraude, os envolvidos deverão responder criminalmente por estelionato e ormação de quadrilha.

A Polícia Federal informou, através de sua assessoria, que foram cumpridos os dois mandados de prisão temporária, oito mandados de busca e apreensão, três seqüestro de bens e 11 condução coercitiva. Entre os presos, médicos responsáveis pelos laudos. Também foram feitas buscas e apreensão em uma residência de uma servidores do INSS. Os nomes dos que tiveram prisão decretada não foram divulgados.

Nas investigações, a Polícia Federal descobriu um esquema de fornecimento de atestado/laudo médico por dois médicos assistentes e orientação das pessoas beneficiadas a simularem supostos problemas psicológicos e ortopédicos junto a perícia médica do INSS, bem como pessoas que nunca contribuíram ou que perderam a qualidade de segurado a contribuir no mínimo 12 meses para adquirir a qualidade de segurado e carência para o benefício de auxílio-doença ou readquirir mediante quatro contribuições (1/3 da carência do benefício) possivelmente já sendo portadora da doença. Membros do esquema criminoso acompanhavam as pessoas beneficiadas nos consultórios dos médicos assistentes e na perícia médica do INSS.

Para intermediação dos benefícios o beneficiário deveria pagar R$ 100,00 pela consulta e obtenção do atestado/laudo médico ideologicamente falso e 20% da renda do benefício mensalmente até que consiga aposentadoria ou cessação.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 296 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal