Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/08/2009 - Folha de Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem é preso por venda de diplomas via internet


Preso na tarde de ontem, no Centro de Goiânia, Wesley Nunes da Silva, 32, por vender diplomas falsificados e produtos cosméticos sem autorização dos órgãos de Vigilância Sanitária. Segundo o titular da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon), Edemundo Dias, Wesley anunciava a venda de diplomas de ensino fundamental e médio, no prazo de 72 horas para entrega, nos classificados de um jornal de grande circulação no Estado. “No anúncio havia um endereço de e-mail, no qual a suposta vítima mandava os dados e o diploma era confeccionado”, explica o delegado.

Ele cobrava por cada documento R$ 500. De acordo com Edemundo, Wesley alega que era apenas o intermediário. Na casa do suspeito foram encontrados 17 diplomas, todos eles são do Centro Educacional O2 de Taguatinga, no Distrito Federal. A polícia suspeita que Wesley tenha como comparsa um professor do Distrito Federal. “A polícia goiana vai contactar a polícia do DF para continuar as investigações e também confirmar a existência dessa instituição”. Segundo Edemundo Dias, as pessoas que compraram o documento de Wesley poderão ser autuadas por estelionato. “Uma pessoa que procura um diploma em 72 horas é conivente com o crime”.

Wesley usava apenas e-mail para comunicar com as vítimas, o contato físico era apenas no momento da entrega. Ele alegou que apenas entregava os documentos. O suspeito foi preso quando entregava um diploma para uma pessoa nas proximidades da Avenida Goiás. “Seguimos a vítima e quando avistaram a polícia, ambos fugiram. Demos preferência em seguir o Wesley, e ele foi para a sua residência”.

Na casa do acusado, a polícia encontrou um estoque de perfumes para revenda. O suspeito alega que a fabricação é de uma empresa e ele apenas revendia. As fragrâncias imitam perfumes importados conhecidos. De acordo com a tabela de preços encontrada na casa do suspeito, cada perfume era revendido a R$ 35.

Wesley será autuado por estelionato, no caso da venda de diplomas. A pena para esse crime varia de 1 a 5 anos. Ele também será autuado por manter estoque de cosméticos sem autorização. Nesse caso a pena é de 10 a 15 anos.

Ainda na casa do suspeito a Polícia Civil encontrou muitos cartões de créditos e boletas. Suspeita-se que ele solicitava os cartões e comprava no comércio local e não pagava.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 388 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal